Fadiga: 9 dicas para você se sentir melhor

Compartilhe este post

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter

De acordo com a National Multiple Sclerosis Society (NMSS), cerca de 80 por cento das pessoas diagnosticadas com Esclerose Múltipla sentirão fadiga em algum momento durante o curso da doença.

No entanto, a causa exata da fadiga na esclerose múltipla permanece desconhecida.

Continue lendo para descobrir nove dicas que podem te ajudar a aumentar sua energia e reduzir sua fadiga!

 

Um tipo diferente de cansaço

Antes de aprender a vencer a fadiga, é útil entender os tipos de fadiga que você pode enfrentar quando tem EM.

Os pesquisadores começaram a identificar uma série de características distintas especificamente associadas à EM. Eles o definem como bastante diferente do cansaço comum:

  • Início: pode começar repentinamente.
  • Frequência: geralmente ocorre todos os dias.
  • Horário do dia: Pode ocorrer pela manhã, apesar de ter dormido na noite anterior.
  • Progressão: geralmente piora ao longo do dia.
  • Sensibilidade ao calor: O calor e a umidade podem agravá-la.
  • Gravidade: tende a ser mais grave do que outros tipos de fadiga.
  • Efeito nas atividades: é mais provável que a fadiga regular atrapalhe sua capacidade de realizar as tarefas diárias.

 

Dica 1: faça exercícios com frequência

De acordo com a Cleveland Clinic, a atividade física regular pode ajudar a combater a fadiga relacionada à EM.

Manter um programa de exercícios consistente pode ajudar na resistência, equilíbrio, perda de peso e bem-estar geral – todos importantes para pessoas com EM.

No entanto, há uma advertência: embora os exercícios ajudem algumas pessoas com EM, há outras que não terão o mesmo benefício.

Em caso de dúvida, converse com seu médico antes de iniciar qualquer tipo de novo programa de condicionamento físico. Lembre-se também de que o objetivo do exercício é dar a você mais energia, não fazer você se sentir mais cansada(o).

 

Dica 2: conserve sua energia

A conservação de energia não é importante apenas para o meio ambiente. É também um princípio fundamental para quem tem EM.

Qual é a sua melhor hora do dia para fazer as coisas (ou seja, a hora em que você se sente com mais energia)?

Se notar que sente menos cansaço pela manhã, aproveite a sua energia extra para realizar tarefas como fazer compras e limpar. Você pode conservar sua energia mais tarde, quando se sentir mais cansado, sabendo que já realizou as principais tarefas do dia.

 

Dica 3: mantenha a calma

Pessoas com EM podem ser especialmente sensíveis ao calor. Como resultado, eles podem sentir mais fadiga quando ficam superaquecidos ou em um ambiente mais quente. Experimente estas técnicas para esfriar:

  • Use o ar condicionado conforme necessário, especialmente nos meses de verão.
  • Use um colete refrescante .
  • Use roupas leves.
  • Tome um banho frio.
  • Pule em uma piscina.
  • Beba bebidas geladas.

 

Dica 4: experimente a terapia

Se as mudanças no estilo de vida não lhe derem o impulso de energia de que precisa, experimente a terapia ocupacional ou a fisioterapia.

Com a terapia ocupacional, um especialista treinado ajuda a simplificar as atividades em seu trabalho ou em casa. Isso pode envolver o uso de equipamentos adaptativos ou a mudança de ambiente para ajudar a aumentar sua energia física e mental.

Com a fisioterapia, um profissional treinado ajuda a realizar as tarefas físicas diárias com mais eficácia. Por exemplo, você pode usar técnicas ou dispositivos que podem ajudá-lo a economizar energia enquanto caminha.

 

Dica 5: regule seu sono

Freqüentemente, os problemas de sono estão por trás da fadiga na Esclerose Múltipla.

Quer você tenha problemas para adormecer, permanecer dormindo ou para dormir a quantidade e o tipo de sono de que precisa para acordar revigorado, o resultado é o mesmo: você se sente cansada.

Para ajudar a prevenir esses problemas, é importante regular seu sono. Isto pode envolver a identificação e o tratamento de outros sintomas de esclerose múltipla que os problemas de sono causa.

Se tudo isso falhar, você pode conversar com seu médico sobre o uso de medicamentos para dormir por um curto período de tempo.

 

Dica 6: limite o consumo de certas bebidas

Certos comportamentos podem parecer ajudar com a fadiga, mas no final, podem causar mais problemas do que resolver.

Beber uma bebida quente pode parecer uma boa maneira de relaxar se você estiver tendo problemas para dormir, mas o café e o chá geralmente contêm cafeína.

Certifique-se de verificar se sua bebida contém cafeína. A substância pode impedir que você adormeça, levando à fadiga no dia seguinte.

Da mesma forma, embora o álcool possa ajudá-lo a sentir-se sonolento depois de bebê-lo pela primeira vez, pode dificultar uma boa noite de sono mais tarde.

Considere os comportamentos que podem estar contribuindo para hábitos ruins de sono e fadiga e tente tomar medidas para ajustá-los.

 

Dica 7: coma bem

A má nutrição pode fazer qualquer pessoa se sentir cansada ou fatigada, e o mesmo pode ser ainda mais verdadeiro para pessoas com EM.

Estudos mostram que sua dieta pode afetar seus sintomas e como você se sente. Pode até afetar a progressão da sua doença.

Um bom conselho nutricional para a maioria das pessoas inclui comer muitas frutas e vegetais, proteína magra e grãos inteiros. Este conselho também é válido para pessoas com EM.

Algumas dicas, como certificar-se de consumir gorduras saudáveis ​​e vitamina D suficientes, podem ser especialmente importantes se você tiver EM.

Se você tiver dúvidas sobre o que deve comer, converse com seu médico. Eles podem ajudar a aconselhá-lo. Eles também podem encaminhá-lo a um nutricionista que pode ajudar a criar um plano de alimentação saudável personalizado.

 

Dica 8: mantenha o estresse sob controle

Assim como uma dieta pobre pode afetar uma pessoa com EM mais do que alguém sem ela, o estresse pode ter um efeito maior em você do que em seu amigo sem EM.

Qualquer pessoa com estresse pode ter insônia, o que pode levar à fadiga.

No entanto, se você tem EM, o estresse pode piorar sua condição. O estresse não causa novas lesões cerebrais, mas pode causar o agravamento dos sintomas da EM, incluindo fadiga.

A EM avançada pode aumentar seus sintomas, incluindo fadiga.

Você pode reduzir o estresse comendo bem, fazendo exercícios e até mesmo ouvindo música. A meditação também é uma forma comprovada de ajudar a relaxar e aliviar o estresse. Para mais ideias, converse com seu médico.

Não se estresse com isso, no entanto. O estresse faz parte da vida cotidiana, então seu objetivo deve ser simplesmente controlá-lo, não se livrar dele totalmente.

 

Dica 9: gerencie seus medicamentos

Se você estiver tomando medicamentos para outros sintomas, verifique seus efeitos colaterais para ter certeza de que não estão aumentando sua fadiga na Esclerose Múltipla.

Converse com seu médico sobre cada medicamento que você toma e trabalhe em conjunto para determinar se você pode parar de tomar aqueles que podem causar fadiga.

Em termos de medicamentos para ajudar a aliviar a fadiga, seu médico pode ajudá-lo a decidir o que é certo para você.

Embora alguns medicamentos possam ajudar no controle da fadiga, a Cleveland Clinic desaconselha o uso de medicamentos para tratar o cansaço.

Isso ocorre porque você já pode estar tomando outros medicamentos para sua EM e é melhor limitar o número de medicamentos que você toma, quando possível.

No entanto, os sintomas de EM de cada pessoa são diferentes. Se você tentar as dicas deste artigo e nada funcionar, existem opções de medicamentos para ajudar a reduzir a fadiga.

Eles ainda estão sendo estudados como um tratamento para a fadiga da EM. Para obter mais informações sobre esses medicamentos, converse com seu médico.

 

Fonte:  https://www.healthline.com/health/multiple-sclerosis/beating-fatigue#the-bottom-line
Tradução e adaptação: Redação AME

Explore mais