6 sintomas surpreendentes da Esclerose Múltipla

Compartilhe este post

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter

De formigamento a vertigem, aqui estão alguns sintomas precoces de Esclerose Múltipla (EM)  serem observados. Quase 1 milhão de pessoas nos Estados Unidos vivem com EM, uma doença crônica do sistema nervoso central em que o sistema imunológico ataca a camada protetora que cobre os nervos (bainha de mielina).

Isso leva a uma interrupção na comunicação entre o cérebro e o corpo. A doença é caracterizada por lesões no cérebro, áreas concentradas de dano tecidual que podem afetar todo o corpo.

Com o tempo, a Esclerose Múltipla pode fazer com que as pessoas percam funções mentais e físicas, podendo chegar à perda da visão e paralisia, por exemplo.

Não há cura, mas os tratamentos podem ajudar a retardar a progressão da EM, incluindo terapias modificadoras da doença que ajudam a reduzir crises, reabilitação física e apoio à saúde mental.

Nos dias de hoje, o prognóstico é tão bom como sempre foi. Muitas pessoas com Esclerose Múltipla não apresentam sintomas ou são capazes de controlar seus sintomas no dia-a-dia, mas a intervenção precoce é fundamental. Infelizmente, ainda não há um teste de diagnóstico simples que os profissionais de saúde possam executar facilmente para verificar a doença, o que é uma das razões pelas quais é tão importante conhecer os primeiros sinais.

Com isso em mente, aqui estão alguns sinais surpreendentes de EM que todos devem estar cientes:

 

  1. Vertigem ou tontura

Embora não haja sintomas padrão definidos que todos os pacientes com Esclerose Múltipla experimentam, muitos sofrem com tontura ou sensação de “instabilidade” quando não estão se movendo, disse o Dr. David Benavides, neurologista do Centro de Esclerose Múltipla da Universidade de Maryland. Tratamento e Pesquisa e professor assistente de neurologia e esclerose múltipla na Faculdade de Medicina da Universidade de Maryland.

Claro, muitas coisas podem causar tonturas. Portanto, é especialmente importante estar ciente da tontura que não pode ser explicada como resultado de uma doença (como febre), uma lesão ou porque você está, digamos, passando da posição sentada para a de pé ou rolando. Se, no entanto, você sente tontura persistente quando não está fazendo muito, isso pode ser um sinal de inflamação nas partes do cérebro que controlam o equilíbrio, disse ele.

A vertigem é outro sinal a ser observado, e é um pouco diferente da tontura. Em vez de se sentir desequilibrado, é provável que você sinta que a sala está girando.

 

  1. Aperto no peito ou em torno do tronco – o abraço da Esclerose Múltipla

Outro possível sinal de Esclerose múltipla é frequentemente chamado de “abraço da EM”. É basicamente uma sensação de aperto no peito ou no tronco.

Entre cada uma das suas costelas existem pequenos músculos que mantêm sua caixa torácica junta e ajudam a expandir quando você se move ou respira. Se esses músculos têm espasmos, você pode ter uma sensação dolorosa (leia mais no site da AME).

“Como muitos sintomas de EM, o abraço de Esclerose Múltipla parece diferente de pessoa para pessoa”, explica o site Multiple Sclerosis Today. “Várias pessoas descreveram isso como uma sensação de pressão, dor, cócegas, dor ou sensação de queimação. E eles disseram que o desconforto que gera varia de ‘irritante a muito doloroso‘”.

O “abraço” tende a persistir por alguns segundos, mas pode durar mais. É uma forma de disestesia – um tipo de dor crônica desencadeada pelo sistema nervoso central que envia sinais mistos para o cérebro.

 

  1. Alterações na visão ou dor nos olhos que surgem em alguns dias ou semanas

Perda de visão ou dor com o movimento dos olhos são sintomas bastante comuns da EM, mas as pessoas nem sempre fazem a conexão imediatamente. Muitas pessoas perdem a visão em um olho. Muitas vezes a sensação vai se desenvolvendo ao longo de vários dias ou semanas, disse Benavides, e pode ser um pouco sutil.

“Pode ser experimentado como um embotamento da visão. As cores podem parecer menos vibrantes, principalmente as vermelhas. E muitas vezes pode haver dor ou pressão no olho afetado e dor com os movimentos oculares – olhando para cima e para baixo ou para a esquerda e para a direita”, disse Benavides. Isso geralmente é um sinal de que há inflamação no nervo óptico, que pode ser um sinal-chave de Esclerose Múltipla, disse ele.

Uma observação: as pessoas podem realmente ver as mudanças acontecendo em seus olhos, o que pode ser outro sinal de atenção. Os olhos podem se mover ou disparar de uma maneira que não é típica para você, geralmente durante um período de instabilidade ou tontura, disse Benavides. Se você vê isso em um amigo ou parente, você deve falar.

 

  1. Seu rosto parece… Desligado

Sensações anormais em seu rosto podem ser outro sinal de Esclerose Múltipla. Algumas pessoas podem apresentar paralisia temporária ou um lado do rosto caído; outras podem sentir alfinetes e agulhas ou até mesmo rubor facial (a EM pode afetar as partes do cérebro que ajudam a regular a temperatura corporal).

“Além disso, se houver a sensação de um choque elétrico ou uma espécie de queimação em metade do rosto, isso pode levantar preocupações de ser EM”, disse Benavides. “Como o controle da sensação é representado no cérebro, é mais provável que uma lesão em uma parte do cérebro produza sintomas apenas no lado oposto do corpo”.

A sensação de um choque elétrico se chama Fenômeno de Lhermitte. A dor se irradia pela coluna vertebral, desencadeado por movimentos da cabeça e do pescoço.

 

  1. Problemas de bexiga

As estimativas sugerem que 80% das pessoas com EM têm algum tipo de problema na bexiga, desde micção frequente (durante o dia ou à noite) até urgência ou incontinência súbita.

Como explica a National MS Society, esses tipos de problemas ocorrem quando as lesões da EM bloqueiam ou retardam a transmissão de sinais nervosos em partes do sistema nervoso central que controlam a bexiga e os esfíncteres urinários, ou os músculos que ajudam a regular o fluxo de urina.

 

  1. Formigamento em outras partes do seu corpo

Sensações corporais anormais e distúrbios sensoriais são um sinal precoce comum de EM, incluindo formigamento – basicamente, alfinetes e agulhas – em partes do seu corpo. É um sinal de que houve algum dano nervoso como resultado da doença e pode acontecer em qualquer lugar, mas geralmente no rosto, braços ou pernas, às vezes apenas em um lado do corpo.

Como uma mulher com Esclerose Múltipla disse certa vez ao Everyday Health: “Meu primeiro sintoma de Esclerose Múltipla foi dormência na mão direita” que parecia aquela “sensação de formigamento que você sente quando sua mão adormece e o resto do seu corpo está acordado, só que não importa o quanto você tente sacudir e acordá-lo, a sensação não vai embora.”

 

Se você tiver alguma dúvida, converse com profissionais de saúde

Em primeiro lugar, se você tiver algum dos sintomas listados aqui, não entre em pânico. Os sintomas da Esclerose Múltipla são realmente amplos e podem se sobrepor a muitas outras condições de saúde, grandes e pequenas. É por isso que, se você tiver alguma dúvida, é uma boa ideia consultar seu médico de família, que pode fazer perguntas e realizar os testes necessários.

“Recorrer a um prestador de cuidados primários como primeiro passo, para se submeter a uma avaliação é sempre uma boa ideia”, incentivou Benavides. A Esclerose Múltipla pode afetar pessoas de qualquer idade, mas o início é mais comum entre os 20 a 40 anos e entre as mulheres, que têm até quatro vezes mais chances de desenvolver a doença.

Se você achar que está lidando com um novo sintoma que progride muito rapidamente, isso é mais sério e requer cuidados imediatos. Se um médico não puder vê-lo imediatamente, busque uma emergência.

“Digamos que começa com algo na visão, e então você sente sensações anormais ou equilíbrio anormal ou nova fraqueza – se esses sintomas estão evoluindo ou se desenvolvendo, isso deve aumentar o nível de preocupação das pessoas”, acrescentou Benavides.

Como a Esclerose Múltipla é uma doença grave – e porque é uma doença em que o diagnóstico e o tratamento precoces podem fazer uma grande diferença nos resultados – você deve procurar uma avaliação imediatamente.

 

Leia mais no site da AME:

Tradução e adaptação: Redação AME – Amigos Múltiplos pela Esclerose

Fonte: Huffpost

Escrito por Catherine Pearson, em 16 de março de 2022.

Explore mais

Qualidade de Vida

10 mitos da esclerose múltipla

Por Maurício Brum, da Redação AME/CDD   Você certamente já ouviu falar da esclerose múltipla. Mas, até pelo nome da doença e pelo desconhecimento sobre