Você não parece e nem tem cara que tem EM?

Compartilhe este post

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter

por Fabiana Rosa

Olá, meus amores! Tudo bem com vocês?

Essa é uma pergunta que muitos de nós, pacientes com EM que em algum momento da vida já ouviu essa frase, certo!

Mas afinal, precisamos ter ou parecer com algum rosto, uma cara, um biotipo para dizer se temos EM ou não?

– A resposta para essa pergunta é: NÃO!!

Não parecer assim ou assado para ter EM. A EM não tem cara!!

Uma mulher pode andar maquiada, de salto, toda arrumada e mesmo assim te EM, também uma mulher pode andar de forma mais simples e mesmo assim tem EM também! Isso serve para os homens também….

Não precisamos estar sempre com cara de doente, sempre deitadas na cama ou jogadas no sofá para alguém fala:

– Agora sim eu acredito que você tem EM. É claro, que muitos pacientes infelizmente encontram-se nessa condição. Mas não por vontade própria, mas pela condição da própria EM.

Mas tantos outros temos e devemos nos vestir, andar e fazer da vida o que lhe convém. Respeitando seus próprios limites. Mas isso não significa que essas pessoas que andam arrumadas, maquiadas etc. merecem menos respeito, menos apoio ou terem menos direitos que um paciente numa condição mais grave! NÃO, também!!

Todos nós pacientes com EM temos direitos iguais, merecemos direitos e respeito igual!

As pessoas com nenhuma deficiência ou comorbidade deveriam ter mais RESPEITO, EMPATIA, para com a pessoa que possuem alguma condição.

Eu sei também que você vai me falar que isso é um assunto que está lendo esse texto já sabe, mas muitas, muitas pessoas que dizem que sabe de tudo isso, quando presenciam esse tipo de situação mudam completamente de atitude e esquecem o que dizem já saber. Que é o respeito a empatia e o amor ao próximo.

Falo isso, por já ter vivido por essa situação, exatamente igual!

“Fulana(o), disse que entendia a minha condição e que respeitava minhas limitações. E quando não foi possível eu realizar um tipo de tarefa com conta da minha limitação, essa mesmo(a) “fulano(a)” disse que eu era preguiçosa, e que não estava querendo fazer aquela atividade específica….. Isso me deixou extremamente triste e completamente inútil. Essas situações são muito ruins e deixam o paciente com EM ainda mais triste e chateado por não realizar tal tarefa, mas não porque ele não quer, é porque a doença não permite.

Por isso falo e repito quantas vezes forem necessárias, EM não tem cara! Todos temos os mesmos direitos!

Esse é um dos valores que eu carrego dentro de mim que são inegociáveis.

Beijos da Fabi e até a próxima!!

Explore mais

Inspirações

SEM PRESSÃO A EM SE COMPORTA MELHOR

Oie meus queridos amores múltiplos, como vocês estão? Estou um pouco ausente dos blogs, desse espaço que tanto amo escrever, do meu cantinho abandonado avidacomesclerosemultipla.com.br,