Lembretes de fim e começo de ano

Compartilhe este post

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter

Bom dia pra quem é de bom dia! Boa tarde pra quem é de boa tarde e boa noite pra quem é de boa noite!

Nossa, eu queria ter escrito um texto no novembro negro, falando das experiências de ser uma pessoa preta-esclerosada-estudante-viajante e etc, mas simplesmente não deu. A gente acaba se soterrando em uma pilha de coisas intermináveis em final de ano… ainda mais nos últimos dois finais de ano tão atípicos como esses de 2020/2021, não é mesmo?

Sobre isso, como foi seu final de ano? Suas celebrações? Seus pensamentos? Como você se sentiu? Se puder, me conta depois?

Por aqui, vivi um misto de emoções. Eu fiquei um ano inteiro praticamente sem ver minha família, sem fazer acompanhamento médico, sem viajar, saindo de casa só no segundo semestre pro básico do básico. Então o final de ano foi o fechamento de um ciclo e boas vindas de outro momento pra mim.

Sempre existem aqueles rituais pra entrada de ano com “chave de ouro” que cada um faz a sua maneira. Eu, muito habituada nos últimos meses como forma de organização, fiz uma Checklist de lembretes pra essa virada de ano, de chave e talvez pra vida, quer ver?

  • Se cuide, se ame, célebre sua existência
  • Cuide de quem você ama e célebre a existência dessas pessoas a sua volta
  • Movimento é chave! Mar parado nunca fez bom marinheiro
  • Mas admirar mar parado também é necessário pra pra dias de trovejada
  • Parcimônia é necessária pra tudo na vida
  • Não é à toa que dizem que “tempo é rei” – as vezes a gente nem imagina, mas ele quem já tem a resposta e a próxima pergunta
  • O que move o mundo são as perguntas
  • Se permita!!!!!
  • Aprenda com os processos: na maioria das vezes resolver uma situação é sobre lidar com ela
  • Saúde é um complexo: físico-biológico; mental; espiritual e todo. O desalinho as vezes está em uma parte que desencadeia todas outras

Esses “auto-lembretes” foram feitos num rompante de autoavaliação entre um ano e outro. Pensando o que eu gostaria de me lembrar dos aprendizados que os desafios trouxeram no último ano. Acredito que eles serão bem úteis ao longo do ano.

Caso você goste da ideia, aproveite que estamos em janeiro e faça os seus!!

Se wo were fi na wosankofa a yenkyi é um provérbio africano do povo Akan, que significa que não é um ruim voltar para pegar aquilo que você ficou. A palavra sankofa também pode ser entendida de forma  mais objetiva: san – voltar, retornar; ko – ir; fa – olhar, buscar e pegar. Ou seja: volte e pegue.

Nunca é tarde para voltar e pegar o que ficou, principalmente em encerramentos e inícios de ciclos!

Feliz ano todo pra nós! Um brinde aos fins e começos de ciclos!

Explore mais

Inspirações

SEM PRESSÃO A EM SE COMPORTA MELHOR

Oie meus queridos amores múltiplos, como vocês estão? Estou um pouco ausente dos blogs, desse espaço que tanto amo escrever, do meu cantinho abandonado avidacomesclerosemultipla.com.br,