AME - Amigos Múltiplos pela Esclerose

LIGUE (11) 3181-8266

Impacto do chá verde sobre a função cognitiva foi esclarecido

Impacto do chá verde sobre a função cognitiva foi esclarecido

O chá verde parece melhorar a memória, e um novo estudo de imagem sugere que ele aumenta a conectividade funcional do cérebro.

O estudo conduzido por Stefan Borgwardt, MD, PhD, do Departamento de Psiquiatria da Universidade de Basel, na Suíça, mostra que beber um extrato de chá verde melhora o desempenho da memória, uma descoberta que para os pesquisadores tem importantes implicações clínicas no tratamento de transtornos neuropsiquiátricos, incluindo o comprometimento cognitivo.

Esta é “a primeira evidência para o efeito benéfico putativo do chá verde no funcionamento cognitivo, em particular, sobre o trabalho de processamento da memória no nível do sistema neural, sugerindo mudanças na plasticidade de curto prazo das conexões cerebrais parieto-frontais”, escreveram os pesquisadores.

Aumento da Plasticidade Cerebral

Vários estudos têm sugerido que o chá verde melhora o funcionamento cognitivo. No entanto, até agora, os mecanismos neurais subjacentes a estes benefícios ainda não eram claros.

Para determinar se o extrato de chá verde modula a conectividade cerebral  de forma eficaz durante um exercício de memória; e se os parâmetros de conectividade estão relacionados com o desempenho da tarefa, os pesquisadores recrutaram 12 voluntários saudáveis ​​do sexo masculino que consumiram um refrigerante com base em soro de leite contendo 27,5 gramas de extrato de chá verde ou uma bebida similar sem chá verde.

Os participantes receberam tarefas de memória de trabalho ao se submeter a ressonância magnética funcional (FMRI).

Resultados da FMRI mostraram aumento da conectividade entre o parietal e o córtex frontal do cérebro com o extrato de chá verde, e estes resultados neuronais foram positivamente relacionados com a melhoria no desempenho da tarefa.

"Nossos resultados sugerem que o chá verde pode aumentar a plasticidade sináptica de curto prazo do cérebro", disse o Dr. Borgwardt em um comunicado.

"Modelagem de conectividade efetiva entre as regiões frontal e parietal do cérebro durante o processamento da memória pode ajudar a avaliar a eficácia do chá verde para o tratamento de problemas cognitivos em doenças neuropsiquiátricas, como a demência", concluem os pesquisadores.

O estudo foi financiado por concessões do Rivella, fabricante dos refrigerantes utilizados no estudo. A empresa não teve nenhum papel no desenho do estudo, coleta, análise, interpretação dos dados, elaboração do relatório ou na decisão de submeter à publicação. Os autores não declararam relações financeiras relevantes.

 

Psychopharmacology. Traduzido livremente. Imagem: Creative Commons.

ame

A AME - Amigos Múltiplos pela Esclerose nasceu do sonho de divulgar a EM e contribuir com a busca de diagnóstico precoce, tratamento adequado e melhora na qualidade de vida dos pacientes, seus amigos e familiares. Somos uma Organização sem Fins Lucrativos que, desde 2012 reúne amigos múltiplos com uma missão de compartilhar informação de qualidade sobre a EM de forma gratuita e acessível.

VER TODOS POSTS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.