Abaixo-assinado busca evitar uma politização ainda maior na incorporação de medicamentos no SUS

Compartilhe este post

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter

Entenda e participe da mobilização 

 

Uma reportagem veiculada na Folha de S. Paulo afirma que há pedidos dentro do Ministério da Saúde para substituir a diretora do Departamento de Gestão e Incorporação de Tecnologias e Inovação em Saúde (DGITIS). Essa pressão teria surgido após a Conitec se posicionar contra o kit Covid no SUS.  “Não podemos politizar ainda mais um órgão técnico, que avalia a incorporação de tratamentos na rede pública. Devemos defender a independência da Conitec”, afirma Gustavo San Martin, diretor executivo da AME e da CDD.

“A Conitec deveria ser uma instituição mais de estado do que de governo”, completa o advogado sanitarista Tiago Farina Matos, consultor em Advocacy.

O biólogo Regis Bruno Andriolo, o mais cotado para assumir o comando da Conitec segundo a reportagem, é favorável à adoção do kit Covid, que não possui evidências científicas de eficácia contra essa doença. 

A AME e a CDD defendem mudanças estruturais na Conitec – teremos conteúdos sobre isso em breve! Mas o momento, agora, é o de impedir uma politização ainda maior em um órgão que influencia diretamente na vida e no bem-estar das pessoas que defendemos todos os dias. Diante disso, somos a favor da assinatura do abaixo-assinado “Em defesa da Avaliação de Tecnologias em Saúde”, justamente para evitar retrocessos em uma fase tão crítica.

 

Clique aqui, assine – e espalhe essa informação!

Explore mais