Você já testou positivo para Coronavírus com esclerose múltipla?

Compartilhe este post

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter

Trouxemos uma pesquisa que o Dr. Barry Singer, ( @drbarrysinger ), neurologista que dirige o MS Center for Innovations in Care in St. Louis,  fez aos seus seguidores no Twitter. Singer observou que algumas pessoas com EM ficaram sintomáticas com o COVID-19, e as experiências relatadas em todo o mundo parecem encorajadoras. Aqui está um pouco do que eles estão dizendo no Twitter:

 

‘Sintomas de gripe, mas indo bem’

Giovanna Borriello (@ GiovannaBorri19): “Em Roma, temos um paciente do sexo masculino positivo para o Coronavírus. Tratada com Natalizumab (14 infusões realizadas), na verdade apenas febre, sob observação, mas não hospitalizada. Uma mulher positiva em DMF hospitalizada devido a febre e dispneia, boa recuperação em poucos dias. ”

AnnekeVdWalt (@anneke_vdw): “Caso da pessoa com COVID19 em ocrelizumab na Austrália relatou hoje. Infecção leve e indo bem.”

Elisabeth G. Celius (@CeliusElisabeth): “Um paciente com infecção logo após w1 no ano 2 de Cladribine. Sintomas semelhantes aos de outras pessoas saudáveis ​​até agora.”

NeuroImmunology Club (@NeuroImmunology): “Tivemos um paciente com ocrelizumab infectado. Indo bem. Sintomas de gripe, mas indo bem.”

Susana Sainz de la Maza (@S_SainzdelaMaza): “Tenho uma mulher de 40 anos diagnosticada recentemente com EMRR (ainda não havia recebido DMT). Febre alta, tosse seca e falta de ar devido a neumonia bilateral. Linfopenia de grau 4 e proteína C reativa elevada no sangue. O tratamento com Kaletra e Dolquine foi iniciado. ”

Pablo Nieto (@IlNeuroDoktorMS): “Eu tenho um. Neumonia bilateral. 68 anos sem tratamento há 2 anos (anteriormente com Rebif ). Recebeu alta na semana passada após 2 semanas de hospitalização. Não precisou de UTI. ”

AnnekeVdWalt (@anneke_vdw) “Caso de COVID-19 em paciente em Gilenya. Tosse apresentada, febre 38,3. Melhorou espontaneamente após 3 dias e hoje (4º) dia quase voltou ao normal. Última contagem de linfócitos 0,5. Não podemos tirar conclusões a partir de alguns casos, mas agradecidos por boas notícias. ”

 

E você? Tem algum relato para compartilhar com a gente? Conte aqui nos comentários, marcando a #CrônicasCorona e #CrônicasCovid19!

 

 


Fonte: https://multiplesclerosisnewstoday.com/columns/2020/03/17/covid-19-coronavirus-dmts-disease-modifying-therapies-twitter-social-media/

Adaptação e tradução: Redação AME

Explore mais

Qualidade de Vida

10 mitos da esclerose múltipla

Por Maurício Brum, da Redação AME/CDD   Você certamente já ouviu falar da esclerose múltipla. Mas, até pelo nome da doença e pelo desconhecimento sobre