Neurite óptica: quando a EM afeta a sua visão

Compartilhe este post

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter

Pode acontecer de repente. A sua visão fica turva ou desfocada. Você não consegue distinguir cores. Seus olhos doem quando você se mexe. É uma condição chamada de neurite óptica e é um problema comum para as pessoas que vivem com esclerose múltipla (EM). Os sintomas podem parecer assustadores, mas a maioria das pessoas se recuperar totalmente, muitas vezes sem tratamento.

O que é Neurite Óptica?

Quando você tem neurite óptica, o nervo que envia mensagens do seu olho para o seu cérebro, chamado de nervo óptico, está inflamado. Às vezes, isso significa que o nervo perde o revestimento gorduroso que o cobre e protege, a mielina. Sem ela, o nervo óptico não pode enviar os sinais certos para o cérebro. Isso pode levar a mudanças bruscas na sua visão.

A neurite óptica é um dos sintomas mais comuns da forma recorrente-remitente de esclerose múltipla. Mas também pode acontecer com doenças como a diabetes ou quando você toma alguns medicamentos. Todos estes problemas podem causar inflamação que destroem a mielina em torno do nervo óptico.

Quais são os sintomas? 

A neurite óptica geralmente surge rapidamente, em poucas horas ou dias e você pode notar algum (ou vários) destes sintomas:

  • Visão embaçada

  • Perda de visão de cores

  • Dor quando você move seus olhos

  • Dificuldade na visão periférica

  • Um "buraco" no centro da sua visão

  • Luzes piscando

  • Perda de visão em casos raros

Adultos geralmente apresentam neurite óptica em apenas um olho, mas as crianças podem tê-lo em ambos. Algumas pessoas ficam melhor em algumas semanas, mesmo sem tratamento. Para outros, pode levar até um ano e algumas pessoas podem nunca recuperar totalmente a sua visão. Mesmo quando outros sintomas melhoram, eles ainda podem ter problemas para ver cores ou à noite. Se você tem EM, o calor pode fazer sintomas das neurite óptica reaparecer, assim como depois de um banho quente, exercício físico que superaquece o corpo, febre, ou um episódio de gripe. Depois de se refrescar, os problemas geralmente desaparecem.

Como saber se eu tenho neurite óptica?

Se você relatar algum dos sintomas citados anteriormente, seu médico pode achar que você tem uma neurite óptica e encaminhá-lo para um oftalmologista, que é a especialidade médica que trata a saúde/doenças dos olhos. É provável que você tenha que fazer testes para verificar sua visão de cores, sua visão de modo geral, quão bem seus olhos respondem à luz e avaliar a situação do seu nervo óptico. 

É provável que você também precise fazer uma ressonância magnética, para ver como estão os seus olhos e avaliar outros sinais de EM.

Qual é o tratamento para neurite óptica?

A neurite ópticam muitas vezesm vai embora por conta própria. Para ajudá-lo a curar mais rapidamente, você pode precisar fazer uma pulsoterapia, tratamento que também pode reduzir o risco de outros problemas da EM. Em alguns casos a neurite óptica pode ser consequência de uma falta de nutrientes como a vitamina B12. Nesses casos, o médico, após solicitar a dosagem de vitaminas e constatar a falta, irá prescrever uma reposição dessa vitamina para você.

E depois? 

Uma vez que a sua visão volta ao normal, você pode ter episódios de neurite óptica novamente. Se os seus sintomas voltarem, não se esqueça de informar o seu médico. Relatar quaisquer sintomas novos ou aqueles que piorar, também.

Tradução: Redação AME – Amigos Múltiplos pela Esclerose

Leia o texto original em WebMD.

WebMD – Medical Reference

Explore mais

Qualidade de Vida

10 mitos da esclerose múltipla

Por Maurício Brum, da Redação AME/CDD   Você certamente já ouviu falar da esclerose múltipla. Mas, até pelo nome da doença e pelo desconhecimento sobre