Vírus Epstein-Barr e Esclerose Múltipla: Estudo evidencia conexão

AME - Amigos Múltiplos pela Esclerose

ENTRE EM CONTATO [email protected]
LIGUE (11) 3181-8266

Mais evidências de conexão entre o vírus Epstein-Barr e a EM

Mais evidências de conexão entre o vírus Epstein-Barr e a EM

Em um grupo de 901 pessoas na Alemanha estudadas nos estágios iniciais da Esclerose Múltipla (EM), todos os indivíduos exibiram evidências do vírus Epstein-Barr (VEB) em amostras de sangue, usando vários meios de detecção.

Esses achados acrescentam fortes evidências a uma associação entre o vírus Epstein-Barr e a EM, embora não mostrem que esse vírus realmente causa a doença.

Até o momento, os pesquisadores não conseguiram identificar um único vírus como o gatilho para a EM. Vários vírus foram estudados, com o vírus Epstein-Barr mostrando a maior evidência até agora, mas são necessárias várias etapas para mostrar que um vírus em particular é uma causa real da EM.

– Os pesquisadores precisam provar que: o vírus está no corpo antes que a EM se desenvolva e que o vírus realmente causa a doença e não está acontecendo apenas ao lado da doença;

– Eles levantaram a possibilidade de que a EM seja uma complicação rara da infecção por VEB. Também é possível que a infecção pelo VEB possa ser necessária para o desenvolvimento da EM, mas que ela não atue sozinha e que um ou mais outros fatores de risco sejam necessários para desencadear a EM;

– A coorte nacional alemã de esclerose múltipla registrou um total de 1212 participantes de vários centros na Alemanha entre agosto de 2010 e dezembro de 2014. Inclui pessoas diagnosticadas com esclerose múltipla em estágios iniciais – ou seja, nos seis meses anteriores com síndrome clinicamente isolada ou no passado dois anos com EM remitente recorrente. As pessoas dessa coorte inicial ainda não haviam sido tratadas com nenhuma terapia modificadora da doença para a EM (exceto tratamento de curto prazo para recidivas);

– Os pesquisadores testaram amostras de sangue que foram coletadas da coorte inicial e identificaram VEB em 100% das amostras. Eles também testaram amostras de sangue de mais de 16.000 pessoas na população do hospital geral. A prevalência de VEB foi alta na população hospitalar, atingindo 95%, mas nunca 100%;

A equipe sugeriu que, se uma pessoa com sintomas semelhantes à esclerose múltipla não apresentar sinais de exposição ao VEB, pode ser prudente considerar um diagnóstico diferente da esclerose múltipla.

” Completa soropositividade para o vírus Epstein-Barr em uma grande coorte de pacientes com esclerose múltipla precoce ” pelos Drs. Sargis Abrahamyan, Klemens Ruprecht, e colegas em nome da Esclerose Múltipla da Rede de Competência Alemã, são publicados no Journal of Neurology Neurosurgery and Psychiatry .

 

 

Fonte: National MS Society – Traduzido e Adaptado – Redação AME

 


Sua ajuda vale muito!

Publicamos mais de 20 matérias mensais e conteúdos exclusivos para redes sociais todos os meses, sobre saúde, doenças crônicas, qualidade de vida e formas de manejar melhor seu dia a dia. Realizamos pesquisas periodicamente para entender o que pode mudar sua vida para melhor e como fazer isso. Lutamos por melhores direitos para toda a população promovendo o trabalho de advocacy em saúde de ponta a ponta. Tudo isso, com uma equipe enxuta, formada praticamente por pessoas que vivem alguma condição crônica de doença e deficiência que dedicam integralmente seu tempo a levar melhor informação a você.

Acreditamos que a #InformaçãoÉOMelhorRemédio e, para que  possamos manter (e melhorar) a qualidade do trabalho falando sobre saúde, precisamos também da sua ajuda. Quanto custa ajudar a melhorar o mundo de quem tem uma condição crônica de doença?!

CONTRIBUA CLICANDO AQUI! <3

 

ame

A AME - Amigos Múltiplos pela Esclerose nasceu do sonho de divulgar a EM e contribuir com a busca de diagnóstico precoce, tratamento adequado e melhora na qualidade de vida dos pacientes, seus amigos e familiares. Somos uma Organização sem Fins Lucrativos que, desde 2012 reúne amigos múltiplos com uma missão de compartilhar informação de qualidade sobre a EM de forma gratuita e acessível.

VER TODOS POSTS