AME - Amigos Múltiplos pela Esclerose

ENTRE EM CONTATO [email protected]
LIGUE (11) 3181-8266

CONHEÇA MELHOR O SEU REMÉDIO: MAVENCLAD – (CLADRIBINE)

CONHEÇA MELHOR O SEU REMÉDIO: MAVENCLAD – (CLADRIBINE)

Mavenclad é um medicamento modificador da doença  para EM remitente recorrente muito ativa .

O Mavenclad é administrado via oral, como uma pílula em dois cursos de tratamento, separados por doze meses para reduzir o número e a gravidade das recaídas.

Reduz o número de recaídas em cerca de metade (50%), em comparação com o uso de placebo.

Os efeitos colaterais podem incluir uma contagem reduzida de glóbulos brancos (linfopenia) e herpes (herpes oral e herpes zoster).

Como funciona?

Mavenclad é um  medicamento modificador da doença  (DMD) para EM remitente recorrente muito ativa. A pessoa pode ter menos  recaídas  do que poderia ter tido sem tratamento. Quaisquer recaídas que a pessoa poderá ter devem ser menos graves.

Mavenclad é um DMD mais eficaz (categoria 1.2); em ensaios clínicos, as pessoas que tomaram Mavenclad tiveram cerca de 50% menos recaídas do que as pessoas que tomaram placebo. Em ensaios clínicos, os exames de ressonância magnética mostraram que as pessoas que tomavam Mavenclad tinham menos, menores ou nenhuma nova área de EM ativa ( lesões ). Mavenclad também pode retardar o acúmulo de incapacidade devido à EM.

 

Como é tomado Mavenclad?

Mavenclad é administrado via oral, como uma pílula em dois tratamentos, com doze meses de intervalo:

No primeiro curso, você toma os comprimidos de Mavenclad por até cinco dias consecutivos no primeiro mês e por até cinco dias consecutivos no segundo mês.

O segundo curso é realizado 12 meses depois, novamente você toma os comprimidos de Mavenclad por até cinco dias consecutivos no primeiro mês e por até cinco dias consecutivos no segundo mês.

O número real de comprimidos que você deve tomar dependerá do seu peso.

As pessoas que participaram dos ensaios clínicos não precisaram de tratamento adicional com Mavenclad nos anos três e quatro. Estudos em andamento estão monitorando se há necessidade de tratamento adicional nos anos posteriores.

 

Que efeitos secundários o Mavenclad pode causar?

Os efeitos colaterais comuns incluem uma contagem reduzida de glóbulos brancos (linfopenia) e herpes (herpes oral e herpes zoster).

 

Efeitos secundários frequentes (que afetam mais de 1 pessoa em 100):

– Diminuição dos glóbulos brancos (linfopenia)

– Infecção por vírus herpes (herpes zoster ou herpes labial)

– Erupção cutânea

– Perda de cabelo

 

Efeitos secundários muito raros (afetam menos de 1 pessoa em 10.000):

Tuberculose

Lista completa dos efeitos colaterais está incluída no Folheto de Informações do Paciente do fabricante

 

Avaliação antes do tratamento

Antes de iniciar um curso de tratamento com Mavenclad, você fará testes para verificar tuberculose, HIV e hepatite. Seus níveis de glóbulos brancos também serão verificados.

 

Avaliação durante o tratamento

Depois de iniciar o tratamento, você terá testes para monitorar os níveis de glóbulos brancos aos três e sete meses no ano um, antes de iniciar o tratamento no ano dois e novamente aos três e sete meses no ano dois. Nenhum monitoramento adicional é necessário nos anos três e quatro.

 

Informação adicional

Se já teve câncer, fale com o seu médico antes de iniciar o tratamento com Mavenclad. Isso ocorre porque eventos únicos de câncer foram observados naqueles que tomam Mavenclad. A pesquisa inicial mostrou mais casos de câncer naqueles que tomaram Mavenclad em comparação com aqueles que tomaram placebo.

No entanto, uma análise mais aprofundada dos dados e a comparação com dados de ensaios clínicos de outras drogas modificadoras da doença não encontraram evidências de um risco aumentado de câncer ao tomar Mavenclad.

 

Pesquisa Mavenclad

As evidências para a eficácia do Mavenclad vieram de um grande estudo publicado em 2010.

 

CLARITY – Mavenclad comparado ao placebo

O CLARITY foi um estudo de fase III de dois anos em mais de 1.300 pessoas comparando duas doses de Mavenclad contra placebo. Comparado ao placebo, houve uma redução na taxa de recaída de 58%. Mais tarde, as análises dos resultados do estudo também revelou que a perda de volume cerebral foi reduzida e os números de participantes com nenhuma evidência de progressão da doença (Neda) foram aumentados nas pessoas que tomaram Mavenclad.

Quem pode tomar Mavenclad?

Mavenclad só pode ser prescrito por um neurologista.

 

Contra-indicações

É importante que você informe ao médico que acompanha a EM se tiver algum problema de saúde ou estiver tomando outros medicamentos. Mavenclad pode não ser apropriado se você tiver condições médicas existentes, incluindo problemas hepáticos ou renais, câncer ativo, infecções graves como HIV, hepatite ou tuberculose ou estiver tomando outros medicamentos que suprimem o sistema imunológico (incluindo metotrexato, ciclosporina, ciclofosfamida e azatioprina).

 

Concepção e gravidez

Não deve engravidar enquanto estiver a tomar Mavenclad Nos homens, Mavenclad pode afetar o desenvolvimento e a qualidade do seu esperma por até seis meses após o tratamento, e nas mulheres isso pode prejudicar seriamente o seu bebê em desenvolvimento.

Homens e mulheres devem usar métodos contraceptivos eficazes por seis meses após tomar Mavenclad para prevenir a gravidez. Se você ou seu parceiro engravidarem dentro de seis meses após tomar Mavenclad, entre em contato com seu neurologista ou enfermeiro com esclerose múltipla o mais rápido possível.

Se engravidar após seis meses do seu primeiro curso de Mavenclad, mas antes do segundo curso de Mavenclad, será necessário discutir o adiamento do segundo curso de tratamento.

 

Veja a matéria original em MS Trust: http://bit.ly/2kFBA35

Traduzido por Redação AME

ame

A AME - Amigos Múltiplos pela Esclerose nasceu do sonho de divulgar a EM e contribuir com a busca de diagnóstico precoce, tratamento adequado e melhora na qualidade de vida dos pacientes, seus amigos e familiares. Somos uma Organização sem Fins Lucrativos que, desde 2012 reúne amigos múltiplos com uma missão de compartilhar informação de qualidade sobre a EM de forma gratuita e acessível.

VER TODOS POSTS