AME - Amigos Múltiplos pela Esclerose

LIGUE (11) 3181-8266

Conheça 6 empresas com programas para pessoas com deficiência

Conheça 6 empresas com programas para pessoas com deficiência

Mesmo que timidamente, a inclusão da pessoa com deficiência no mercado de trabalho tem sido tema de discussões e mobilizado organizações dos mais diversos setores em nosso país. A caminhada em busca de oportunidades e processos mais justos ainda é longa, mas por outro lado, hoje temos importantes empresas que investem em pessoas com deficiência por meio de programas de inclusão e integração, servindo como exemplo para muitas outras.

Mas o que essas empresas têm em comum? Por que investem em programas para pessoas com deficiência? Uma das respostas pode ser o cumprimento da Lei de Cotas de Deficiência, que estabelece a obrigatoriedade de contratação de 2 a 5% de pessoas com deficiência no quadro de funcionários. Mais do que apenas cumprir a Lei, algumas organizações desenvolvem programas especiais, com o objetivo de desenvolver os profissionais.

Conheça como algumas empresas investem na promoção e inclusão de pessoas com deficiência no mercado de trabalho brasileiro.

1. Natura

Um dos princípios básicos da Natura é a valorização dos colaboradores, e isso é uma das razões para que a empresa tenha como objetivo a formação de equipes com diversidade e com foco na inclusão. Esse princípio é compartilhado internamente com orientações e estímulo à participação de toda a equipe de funcionários.

Um dos pontos que mais chamam a atenção na inclusão da pessoa com deficiência (PCD) na Natura é o fato de que a meta de contratação anual de PCDs é superior à cota exigida pela Lei.

Dentro desse projeto, se destaca o trabalho realizado com a inclusão de surdos: os colaboradores ouvintes da empresa são convidados a participar de cursos de Libras e se tornarem padrinhos dos colegas com deficiência que entram na organização. Esses padrinhos acompanham os novos companheiros nas atividades diárias, auxiliando no processo de inclusão ao quebrar as barreiras de comunicação.

Além disso, a organização utiliza um intérprete virtual que, por meio de um aplicativo e um tradutor de sites, leva a acessibilidade e informações para surdos de todo o país. Com essas ações, a empresa estimula o debate sobre a inclusão além do ambiente de trabalho.

2. Drogasil

A rede de farmácias Drogasil é líder em faturamento no seu segmento e vê na contratação de pessoas com deficiência uma oportunidade de inclusão e conscientização social.

No programa Lado a Lado, a empresa oferece às pessoas com deficiência oportunidades de trabalho com o objetivo de desenvolver competências profissionais e pessoais. Podem fazer parte do projeto pessoas com deficiência visual, auditiva, múltipla ou intelectual.

As vagas são destinadas para pessoas com interesse em carreiras nas áreas de saúde e beleza, em centros de distribuição e escritórios — o pré-requisito é que o candidato tenha ensino médio completo.

3. Magazine Luiza

Magazine Luiza também possui uma cultura organizacional que busca investimentos na inclusão e acessibilidade. Desde 2013, a empresa oferece um programa com treinamentos e incentiva seus colaboradores, de lojas e escritórios, a compartilharem experiências e a se sensibilizar pela inclusão da pessoa com deficiência no ambiente de trabalho.

Durante a implantação do programa, a empresa percebeu que muitos de seus funcionários tinham receios de como lidar corretamente com um colega com deficiência. Isso fez com que a organização desenvolvesse estratégias de comunicação interna com o objetivo de engajar toda a equipe, esclarecendo dúvidas e proporcionando conhecimento.

O programa criado em 2013 trouxe excelentes resultados para os profissionais que foram contratados e também para a empresa, que hoje é considerada uma das melhores organizações para pessoas com deficiência física trabalharem.

No caso do Magazine Luiza, a inclusão vai além dos funcionários e se estende também para seus clientes. O site da empresa pode ser acessado por meio de Libras e disponibiliza um aplicativo que auxilia a navegação de pessoas com dificuldades para digitar, mover o mouse ou com dificuldades na leitura. Esse tipo de iniciativa permite aos usuários com deficiência uma experiência intuitiva e sem barreiras.

4. Serasa

Serasa Experian, que atua no setor de serviços em informações, é mais uma empresa com práticas para a inclusão da pessoa com deficiência no mercado de trabalho.  A organização investe nessa prática há um bom tempo e trabalha diretamente cinco aspectos: acessibilidade, cultura organizacional, gestão de pessoas com deficiência, protagonismo, recrutamento e seleção.

Em 2012, a Serasa criou a Rede Empresarial de Inclusão Social, que busca reunir e mobilizar empresas de todo o Brasil para a promoção e inclusão da pessoa com deficiência no mercado de trabalho.  Atualmente, mais de 80 organizações fazem parte da Rede.

A organização atua na promoção do conhecimento, identificação e boas práticas, parcerias e projetos para desenvolvimento de produtos e serviços, entre outros.

5. Grupo Pão de Açúcar

Proprietário das marcas Extra, Pão de Açúcar, Casas Bahia e Pontofrio, o Grupo Pão de Açúcar assinou em 2016 um pacto pela inclusão de pessoas com deficiência no mercado de trabalho. O objetivo do Grupo é, até 2020, empregar 8 mil colaboradores com deficiência.

O documento assinado pelo Grupo também estabelece diretrizes e metas para a promoção de uma cultura interna e de um ambiente de inclusão e acessibilidade nas empresas. Além disso, são criados diagnósticos e monitorados os progressos das organizações em relação ao que foi estabelecido.

6. Citi

Citi, antigo Citibank, também é considerado uma das melhores empresas na promoção e inclusão da pessoa com deficiência no mercado de trabalho. A organização se destaca por incentivar a candidatura dos profissionais em todas as vagas de emprego que oferece e não apenas para as exclusivas.

Por meio do Projeto Somar, programa voltado para a inclusão da pessoa com deficiência intelectual, o Citi oferece treinamento e capacitação para que sejam incluídas nas vagas oferecidas pela organização.

Atualmente, no quadro de funcionários do Citi existem pessoas com deficiência física — ainda a grande maioria —, intelectual, auditiva visual, múltiplas e também em reabilitação.

As organizações citadas acima são alguns exemplos para que inspiram muitas outras que ainda não conseguiram implantar práticas eficientes de inclusão da pessoa com deficiência no mercado de trabalho.

Se você gostou desse conteúdo, faça com que mais pessoas tenham acesso a ele e conheçam as empresas que promovem a inclusão de pessoas com deficiência: compartilhe esse artigo em suas redes sociais!

Fonte: Blog Freedom – http://bit.ly/2ANtFpK

ame

A AME - Amigos Múltiplos pela Esclerose nasceu do sonho de divulgar a EM e contribuir com a busca de diagnóstico precoce, tratamento adequado e melhora na qualidade de vida dos pacientes, seus amigos e familiares. Somos uma Organização sem Fins Lucrativos que, desde 2012 reúne amigos múltiplos com uma missão de compartilhar informação de qualidade sobre a EM de forma gratuita e acessível.

VER TODOS POSTS