AME - Amigos Múltiplos pela Esclerose

LIGUE (11) 3181-8266

Beber café pode proteger contra a EM?

Beber café pode proteger contra a EM?

Muitos não começam o dia sem um (ou dois) belo (e forte) copo de café. Algumas novas descobertas interessantes parecem sugerir que este hábito de tomar café não é nada para se envergonhar. Os resultados de um novo estudo que acaba de ser lançado ligam o consumo de café a um risco reduzido de EM. Os dados do estudo deverão ser apresentadas em abril na American Academy of Neurology’s Annual Meeting em Washington. Embora os detalhes ainda sejam escassos, os resultados estão disponíveis na forma de resumo.
O estudo observacional, realizado por uma equipe internacional de colaboração de pesquisadores, incluindo Dr. Ellen Mowry, professor assistente de Neurologia na Universidade Johns Hopkins Hospital, em Baltimore, examinaram dados que definem a partir de duas populações: uma na Suécia consiste em 1.629 pessoas com EM e 2.807 controles de saúde, e um grupo americano de 584 pessoas com EM e 581 controles saudáveis.

A equipe de pesquisa descobriu que a ingestão elevada de café foi associada com chances reduzidas de desenvolvimento de EM em ambas as populações. No estudo sueco, os indivíduos que bebiam seis ou mais xícaras de café por dia tiveram 1/3 de chance de desenvolver EM no ano seguinte, do que aqueles que se desviava do café completamente. Os efeitos aparentemente protetores do café parecem aplicam-se, a longo prazo, bem como, uma vez que aqueles que bebiam grandes quantidades de café ao longo de períodos de 5 e 10 anos antes do aparecimento dos sintomas mostraram uma redução do risco comparável de EM durante 1 ano, que foi o período de estudo. No estudo americano, as pessoas que bebiam quatro xícaras ou mais por dia reduziram o risco de EM em 1/3 em comparação com aqueles que não bebiam café.

Ambos os estudos são controlados outros fatores que são conhecidos por contribuir para o risco EM, incluindo hábitos de idade, sexo, tabagismo e exposição ao sol.

Este estudo de base populacional segue nos saltos de experimentos anteriores testando os efeitos da cafeína em camundongos com uma doença semelhante à EM. Estes experimentos, conduzidos por pesquisadores da Universidade de Cornell, mostraram que ratos que receberam o equivalente humano de seis a oito xícaras de café por dia foram protegidos desde o início dos sintomas da doença. A cafeína estimula a excitação e produz a sua característica de “zumbido” bloqueando os receptores de uma molécula no cérebro chamada de adenosina, o qual tem sido mostrada para promover o sono. A adenosina também estimula determinadas células do sistema imunológico e dirige a sua entrada no sistema nervoso central. Os autores do estudo defendem hipótese de que um mecanismo pelo qual a cafeína pode proteger contra a esclerose múltipla é através do bloqueio da adenosina e do impedimento da entrada eficiente destas células imunes prejudiciais no cérebro e na medula espinhal durante a iniciação de doença semelhante à EM testada em camundongos.

Os resultados deste novo estudo populacional não são inteiramente surpreendentes, dado que a cafeína tem sido associada a efeitos protetores em outras doenças neurodegenerativas, como a doença de Parkinson e doença de Alzheimer. Por outro lado, embora o estudo tenha identificado uma correlação entre o consumo de café e diminuição do risco de EM, não afirma que beber café reduza a diminuição do risco, nem que as pessoas que já vivem com a EM possam se beneficiar devido a uma maior ingestão de café. Mais pesquisas são necessárias antes de que conclusões mais definitivas possam ser feitas.

Fonte: http://drkarenlee.ca – 27/02/2015. Traduzido livremente. Imagem: Creative Commons.

ame

A AME - Amigos Múltiplos pela Esclerose nasceu do sonho de divulgar a EM e contribuir com a busca de diagnóstico precoce, tratamento adequado e melhora na qualidade de vida dos pacientes, seus amigos e familiares. Somos uma Organização sem Fins Lucrativos que, desde 2012 reúne amigos múltiplos com uma missão de compartilhar informação de qualidade sobre a EM de forma gratuita e acessível.

VER TODOS POSTS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.