Use o cinto

Essa semana o país viveu uma verdadeira comoção nacional por conta da morte do cantor sertanejo num grave acidente de trânsito, embora muita gente – inclusive eu – nem soubesse quem era o cara. Era um rapaz jovem, a namorada mais jovem ainda também morreu e tudo indica que nenhum dos dois usava o cinto de segurança. 

Eu viajo com frequência, de ônibus, para consultas e exames e vejo o desleixo que as pessoas tem com a própria segurança. Também leio nas notícias diariamente sobre pessoas que morreram ou se feriram gravemente em acidentes envolvendo ônibus e a esmagadora maioria não usava o cinto. 

Essa realidade de inúmeras viagens é bem comum pra quem tem esclerose múltipla. Exames mais complexos como ressonâncias magnéticas só estão disponíveis em algumas cidades. Pra quem mora no interior numa cidade de poucos recursos como eu, as viagens são realmente necessárias. E frequentes.

Vim aqui fazer um apelo: usem o cinto de segurança! No banco da frente, no banco de trás ou no ônibus. Use sempre! Ele protege a sua vida e também a de quem viaja com você. Num capotamento, por exemplo, a pessoa sem cinto fica solta dentro do veículo e cai por cima das outras podendo causar a morte de quem se preocupou em usar o dispositivo de segurança. 

Olhem abaixo o vídeo que demonstra o que acontece numa batida de carro e baixa velocidade. Imaginem agora o que acontece num ônibus, onde a distância entre o banco e o teto é maior e permite um deslocamento maior de uma pessoa solta no interior do veículo no caso de uma capotagem. Em acidentes envolvendo ônibus é muito comum o tombamento ou capotagem.

Estou prestes a partir em outra viagem e já fico tensa dias antes. Minhas viagens são necessárias, mas tenho medo. As estradas estão cada vez mais perigosas, viajo quase sempre à noite e cercada de gente que não dá a mínima para o cinto. 

Outra preocupação que sempre tive em relação à isso é que nos ônibus não existem cadeirinhas, próprias para as crianças pequenas que ainda viajam no colo, um perigo enorme. A legislação já exige que veículos escolares tenham as cadeirinhas, as ainda há um longo caminho a ser percorrido até que isso aconteça de fato e que a mesma regra valha também para os ônibus.  Devemos estar atentos à isso e cobrar das autoridades competentes.

A esclerose múltipla já nos tira tantas coisas, nos limita tanto, mas sobre ela não temos muito controle,exceto tomar nossos remédios direitinho, submetermo-nos às consultas e exames periódicos e tentar ao máximo levar uma vida saudável e tranquila, mas não podemos controlá-la. Mas a nossa segurança está ao alcance de nossas mãos. Se não podemos prever e prevenir os acidentes, podemos ao menos minimizar os danos.

Preocupe-se com sua própria segurança e daqueles que você ama. Viajar preso ao cinto pode ser chato, mas é necessário. Ao embarcar em qualquer veículo, afivele seu cinto e exija que quem viaja com você faça o mesmo. A vida já está tão difícil, vivemos cercados de violência, as estradas estão perigosas, então vamos cuidar daquilo que está ao nosso alcance para mantermo-nos seguros. 

Boa semana pra todos. Com segurança.

https://www.youtube.com/embed/syCn2eFxVzo