O FAMOSO EXAME DE RESSONÂNCIA MAGNÉTICA

Queridos amigos múltiplos, como vocês estão?

Estou bem, nesse meio tempo fiquei mais velha, fiz ressonâncias magnéticas, exames para saber sobre os sintomas gastrointestinais e pensei muito.

Bem, muitas pessoas me perguntam sobre as ressonâncias magnéticas, e quando estava dentro da máquina fiquei pensando muito nisso, então, resolvi escrever sobre esse exame que todos os pacientes de EM já fizeram e ainda fazem. A ressonância magnética.

Gostaria de colocar aqui algumas dicas simples, que utilizo.

Quando vou realizar esses exames, chego na clínica e estou pronta. Antes de qualquer coisa, faço um xixi esperto, porque sei que ficarei horas sem poder fazê-lo. Já me visto conforme o que é permitido, que são roupas sem nenhum metal. Bem, para agilizar o processo que por si só já é bem demorado, coloco uma calça legging, um top daqueles de fazer ginástica, uma blusinha sem botões ou detalhes de metal e no pé uma sapatilha, tênis ou algo assim. Então, é só colocar a camisola por cima da roupa, o sapato descartável de papel e deitar naquela maca e ficar bem quietinha.

Sabemos que não podemos ir maquiada fazer o exame, nem de cabelos molhados.

Acessórios como anéis, alianças, brincos, colares, relógios, tudo que há metal deve ser retirado, antes de entrar na máquina.

Ao entrarmos no estreito canudo, devemos ficar estáticos, sem nenhum tipo de movimento para que o exame termine o quanto antes. As imagens devem estar perfeitamente iguais do início ao término do processo, por isso, qualquer impulso de se mexer, deve ser controlado pela nossa mente. Claro que existem pessoas que não se sentem seguras, nesse tipo de exame e precisam ser sedados, para conseguir realizá-lo.

O exame é totalmente indolor, talvez um pouco de dor se houver uma veia finíssima e bailarina como a minha. Na hora do contraste é um drama. E dessa vez foi ainda pior, tirei sangue em meados de fevereiro e fiquei com um hematoma gigante até hoje, depois fiz a endoscopia que injetaram o sedativo e tiveram que usar uma veia da mão direita, portanto o contraste foi na mão esquerda, ou seja, contabilizando 3 hematomas, numa pele “branquela”. A ressonância é um procedimento ruidoso. O paciente deve usar um protetor ou fone de ouvidos, geralmente oferecido pela instituição que faz o exame.

Na hora que o exame está sendo realizado, procure pensar só em coisas boas. Eu me lembro dos sorrisos das crianças, das minhas sobrinhas, dos momentos de alegrias que tive, em alguns prazeres que tenho na vida e depois quando o barulho já estiver totalmente envolvido em sua mente, tente relacioná-lo a alguma coisa. Sempre fico pensando: esse parece uma metralhadora, agora esse, com um martelo batendo na parede, depois com um monte de água passando por debaixo de mim e assim o tempo voa e eu vou relaxando. Dessa vez mesmo, começou um apito diferente, parecia o som de uma ambulância, super alto, no fim do exame, então pensei, se demorar mais um pouco com esse som, aí não vou aguentar. Mas pronto, parou…. Ufa.

São barulhos tão altos e constantes, que as vezes temos a impressão de que não vão terminar.

No momento em que se troca a bobina do encéfalo para a coluna, sente-se um calor nas costas. Inclusive achei que estava esquentando demais, então perguntei se era normal, porque não havia reparado que esquentava tanto. Já fiquei imaginando, que poderia estar pegando fogo na máquina, e eu estava lá dentro dela. A moça que estava fazendo o exame confirmou que tudo estava normal.

Esse é um exame de imagem, tanto para ajudar no diagnóstico, como para saber do andamento da doença e de seu tratamento.

Conectado a um computador, o aparelho de ressonância magnética fornece “fotografias” tão nítidas do interior do corpo que permitem ao médico ter uma excelente visão dele. Ainda mais: pode virtualmente fatiá-lo e fornecer “fotografias” de cada uma dessas fatias. Assim, a ressonância magnética tornou-se o mais moderno e o mais perfeito exame de diagnóstico por imagem, fornecendo imagens em alta definição dos órgãos internos do corpo através da utilização de um campo magnético. Ela consegue detectar anomalias que os exames anteriores não conseguiam, além de fornecer imagens mais detalhadas que as que se consegue com outros métodos de exame. O aparelho em que o exame é feito consta de um tubo circundado por um grande imã, no interior do qual é produzido um potente campo magnético.

Portanto, quando precisar fazer uma ressonância magnética dessas que demoram alguns minutos, chegando até horas, evite ficar pensando no exame, porque isso gera uma tremenda ansiedade, que dificulta ainda mais a realização dessas imagens. O melhor mesmo é aproveitar esse momento para descansar de tudo que está te incomodando. Não é um ambiente perfeito para relaxar, mas se fizermos um esforço, acabamos até tirando uma soneca.

Agora, se você se sente mal em lugares fechados, apertados, fica com a sensação que vai lhe faltar o ar, então, é necessário, fazer o exame sedado. Pois é um exame simples, porém cansativo e demorado, se pode vir a não se sentir bem, então que faça o recomendado pelos médicos e garanta o objetivo do exame, as imagens.

Agora, sobre a ansiedade da espera do resultado, é um outro assunto, para um próximo post…..rs

E é como estou aqui……

No aguardo do resultado da minha…..

Mil beijinhos queridos e até mais.