Problemas renais causados pela Esclerose Múltipla

Compartilhe este post

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter

A Esclerose Múltipla (EM) é uma doença que afeta o sistema nervoso central. Ela faz com que o sistema imunológico ataque o material protetor que envolve as células nervosas (mielina), danificando-as. Os sintomas incluem:

  • dor, dormência e formigamento
  • visão embaçada
  • tontura
  • tremores
  • fadiga
  • fraqueza
  • disfunção da bexiga

Para a maioria das pessoas com EM, os sintomas aumentam e depois diminuem. Em casos mais raros, os sintomas pioram progressivamente. No entanto, a maioria das pessoas com EM tem boa expectativa de vida e pode manter um estilo de vida saudável com tratamento.

Esclerose Múltipla e bexiga

Até 90% das pessoas com Esclerose Múltipla apresentam problemas com a função da bexiga, de acordo com a Cleveland Clinic. Problemas de bexiga não são necessariamente constantes e podem surgir de vez em quando, mas, em alguns casos, podem levar a danos nos rins. 

Os casos do desenvolvimento de problemas de bexiga na EM ocorrem devido a danos nos nervos que sinalizam a contração da bexiga. Interrupções nesses sinais podem levar a vários sintomas.

Problemas de armazenamento da bexiga

A disfunção de armazenamento da bexiga é um sintoma de uma bexiga hiperativa, o que significa que os danos nos nervos em seu corpo podem fazer com que o músculo da bexiga se contraia com mais frequência do que deveria. As contrações espásticas fazem você sentir que precisa urinar com mais frequência. Os sintomas de disfunção de armazenamento da bexiga incluem:

  • um forte desejo de urinar
  • necessidade frequente de usar o banheiro
  • a necessidade de se levantar várias vezes à noite para urinar
  • uma incapacidade de controlar a micção, também conhecida como incontinência
  • Problemas de esvaziamento da bexiga

Um problema com o esvaziamento significa que sua bexiga não esvazia completamente quando você urina. A lesão do nervo causou uma interrupção no sinal que diz à sua bexiga para urinar. Isso faz com que sua bexiga nunca esvazie completamente e pode até fazer com que ela encha demais.

Os sintomas de uma disfunção de esvaziamento incluem:

  • uma sensação de urgência para urinar
  • hesitação quando você tenta urinar
  • fluxo urinário fraco
  • incontinência
  • infecções do trato urinário

Problemas combinados de armazenamento e esvaziamento

É possível ter disfunções de esvaziamento e armazenamento se você tiver EM. Isso ocorre quando os danos nos nervos fazem com que os músculos da bexiga e do esfíncter urinário não se coordenem adequadamente. Os sintomas podem incluir todos aqueles associados a problemas de esvaziamento e armazenamento e também podem levar a danos nos rins.

Infecções do trato urinário (ITU)

Uma disfunção de esvaziamento da bexiga pode levar a uma infecção do trato urinário (ITU). Quando sua bexiga não está totalmente vazia, você corre o risco de desenvolver uma ITU porque a urina que sobra na bexiga permite que as bactérias cresçam. É provável que as ITUs associadas à EM se repitam, especialmente se você não receber tratamento para a disfunção de esvaziamento. Os sintomas de uma ITU incluem:

  • uma necessidade urgente de urinar
  • micção frequente
  • sensação de queimação ao urinar
  • dor na parte inferior das costas ou na parte inferior do abdômen
  • febre
  • urina escura com um cheiro incomum

Pedras nos rins e infecções

Em casos raros, especialmente quando não tratada por muito tempo, uma disfunção de esvaziamento pode levar a problemas mais sérios nos rins. Isso pode fazer com que uma infecção se espalhe para os rins a partir da bexiga.

A urina retida também pode levar à formação de depósitos minerais, causando cálculos renais. Tanto as pedras como a infecção nos rins são problemas de saúde graves que requerem tratamento médico. Se você tiver ITUs devido à sua disfunção de esvaziamento, procure tratamento e esteja ciente de qualquer dor na região lombar, que pode ser resultado de problemas renais.

Mudanças no estilo de vida para lidar com problemas de bexiga

Mudanças simples no estilo de vida podem ajudá-lo a lidar com os sintomas de esvaziamento da bexiga e de armazenamento causados ​​pela EM. Programe pausas no banheiro ao longo do dia. Além disso, evite o que pode irritar a bexiga, incluindo:

  • cigarros
  • cafeína
  • adoçantes artificiais
  • álcool

Pare de beber duas horas antes de ir para a cama. Se você tiver problemas para esvaziar completamente a bexiga, espere alguns minutos após cada vez que urinar e tente novamente. Use absorventes para incontinência ou momentos em que você sabe que não poderá ir ao banheiro imediatamente.

Tratamentos médicos e cirúrgicos

Se as mudanças no estilo de vida não aliviarem os sintomas de disfunção da bexiga, seu médico poderá prescrever medicamentos para controlar as contrações da bexiga e reduzir a vontade de urinar.

Para uma disfunção de esvaziamento, o cateterismo intermitente (CI) pode ser recomendado. Isso envolve a inserção de um tubo fino na bexiga para drenar o excesso de urina. O processo é fácil de fazer e, com a prática, é indolor, podendo prevenir infecções e problemas renais graves.

Tratamento de pedras e infecções

Se você acabar com uma ITU por causa da disfunção da bexiga, precisará ser tratado com antibióticos. Infecções não tratadas e frequentes podem causar sérias complicações nos rins. Tanto as pedras quanto as infecções podem ser muito dolorosas e podem levar a danos permanentes nos rins se não forem tratadas.

O tratamento para pedras varia de acordo com os tamanhos delas. Você pode simplesmente deixá-las como estão, para saírem pela urina ou seu médico pode quebrá-las com ondas sonoras para torná-las menores e mais fáceis de passar. Um escopo também pode ser inserido para remover pedras.

Implicações sociais

Às vezes pode ser difícil conversar com seu médico sobre problemas de bexiga, mas é importante que você o faça. Se você precisar urinar constantemente ou sentir incontinência, pode estar preocupado em estar muito longe de um banheiro ou perto de outras pessoas. Desconforto e complicações de problemas de bexiga podem se tornar graves e os sintomas podem fazer com que você fique socialmente isolado.

 

Leia mais no site da AME:

Os sintomas iniciais da EM – esfincter e sintomas urinários

Uso de Botox para problemas urinários na EM

 

Tradução e adaptação: Redação AME – Amigos Múltiplos pela Esclerose

Fonte: Healthline

Explore mais

Clube AME

Desestressando o estresse

Como Identificar e Gerenciar a Tensão que a Esclerose Múltipla Pode Causar