AME - Amigos Múltiplos pela Esclerose

LIGUE (11) 3181-8266

O que fazer se um dos seus funcionários tiver EM?

O que fazer se um dos seus funcionários tiver EM?

A esclerose múltipla é uma doença que geralmente se manifesta entre os 20 e os 50 anos, sem dúvida este o período mais produtivo da nossa vida profissional. Muitos pacientes tomam a decisão de continuar trabalhando por muitos anos, desde que os sintomas tornem essa ideia sustentável.

Se temos um cargo de responsabilidade em alguma empresa e algum de nossos empregados de escritório tem EM, o nosso papel é muito importante.

Com alguns cuidados simples e um pouco de sensibilidade, podemos fazer com que ele se sinta totalmente integrado e realizado no seu local de trabalho, e com as pessoas ao seu redor.

Um dos principais problemas é que a EM é uma doença completamente imprevisível. No entanto, muitas pessoas não conseguem gerenciar bem seus sintomas, e isso não se deve a uma falta de vontade, pelo contrário! É uma diferença natural da doença, uma vez que, como já falamos, ela afeta cada pessoa de uma forma diferente e com intensidades diferentes também. Não conseguir gerenciar os sintomas pode fazer com que essa pessoa tenha que trabalhar apenas por um período de tempo. E se você está responsável ​​em alguma empresa onde trabalham por pessoas que tem EM, devem ser considerados alguns pontos, porque o seu papel é muito importante para o desenvolvimento profissional desse colega de trabalho.

Em primeiro lugar, saiba que a esclerose múltipla pode ser controlada. Hoje, existem medicamentos e tratamentos avançados o suficiente para que a atividade da doença e seus surtos sejam reduzidos. Esta uma importante razão pela qual mais pacientes decidem continuar trabalhando, pelo menos por um período de tempo significativo.

Outro fator que devemos considerar é a enorme variabilidade da esclerose múltipla. Os sintomas mais difíceis de gerir do paciente geralmente aparecem durante certos períodos de tempo, e são remitentes.

Um ponto muito importante é o empregador considerar as necessidades de ter um ambiente que favoreça a acessibilidade, com instalações adaptadas à anatomia, assim como se o ambiente está em uma temperatura adequada.

Uma boa dica é manter um diálogo aberto com a própria pessoa que vive com EM, para que ela mesma tenha abertura para fazer sugestões relevantes.

Por exemplo, ela provavelmente precisará de intervalos, esta é uma boa maneira de apaziguar o próprio cansaço da esclerose múltipla. Em qualquer caso, ela provavelmente não fará o mesmo caminho todos os dias. É importante notar que a fadiga causada pela EM é mais complexa do que um simples cansaço, e esforço pessoal não é suficiente para superá-la.

Por último, mas não menos importante, é indispensável o fator humano e a compreensão. O trabalhador deve ter exatamente as mesmas oportunidades de formação e promoção do que qualquer outro funcionário, ou do que teria antes do diagnóstico. Nós também devemos gerenciar a compreensão dos outros colegas de trabalho. Alguns podem não saber muito como lidar, muitas vezes por medo ou falta de conhecimento.

Fonte: http://observatorioesclerosismultiple.com – 11/03/2015. Traduzido livremente. Imagem: Creative Commons.

ame

A AME - Amigos Múltiplos pela Esclerose nasceu do sonho de divulgar a EM e contribuir com a busca de diagnóstico precoce, tratamento adequado e melhora na qualidade de vida dos pacientes, seus amigos e familiares. Somos uma Organização sem Fins Lucrativos que, desde 2012 reúne amigos múltiplos com uma missão de compartilhar informação de qualidade sobre a EM de forma gratuita e acessível.

VER TODOS POSTS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.