AME - Amigos Múltiplos pela Esclerose

LIGUE (11) 3181-8266

Equilíbrio e EM

Equilíbrio e EM

A esclerose múltipla pode afetar o equilíbrio de diversas maneiras, tanto direta como indiretamente.
Há uma série de sintomas de EM que podem piorar o equilíbrio e aumentra o risco de quedas. Estes incluem rigidez muscular e espasmos, espasticidade, fraqueza e dormência, formigamento, dor, problemas de visão e fadiga.
Problemas de equilíbrio podem também ser causados pela interrupção de comunicação entre o cérebro e o resto do corpo. Se o cérebro envia sinais para mover, mas a mensagem não atinge a perna, isto pode resultar numa queda.
Problemas sensoriais podem afetar a forma como alguém anda e, portanto, afetar o seu equilíbrio. Por exemplo, a dormência pode reduzir a percepção do indivíduo e a forma como seus pés tocam o chão, ou deixa seus pés mais sensíveis, o que pode significar que alguém seja mais sensível e tenha dificuldades na marcha.
A EM também pode causar tontura e vertigem. Isso pode tornar difícil ficar sem apoio, mesmo quando se está de pé.
Porque há uma série de fatores que podem afetar o equilíbrio, é importante que os problemas de equilíbrio sejam investigados a fundo por um fisioterapeuta ou outro profissional de saúde. Em seguida, pode-se sugerir tratamentos que incluam medicamentos, exercícios e equipamentos ou adaptações para melhorar o equilíbrio.
Problemas de equilíbrio podem ser gerenciados, em certa medida a ter em conta os fatores que pioram o equilíbrio e estar ciente dos possíveis fatores que podem aumentar o risco de uma queda.

 

 

Avempo. Traduzido livremente. Imagem: Creative Commons.

ame

A AME - Amigos Múltiplos pela Esclerose nasceu do sonho de divulgar a EM e contribuir com a busca de diagnóstico precoce, tratamento adequado e melhora na qualidade de vida dos pacientes, seus amigos e familiares. Somos uma Organização sem Fins Lucrativos que, desde 2012 reúne amigos múltiplos com uma missão de compartilhar informação de qualidade sobre a EM de forma gratuita e acessível.

VER TODOS POSTS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *