AME - Amigos Múltiplos pela Esclerose

LIGUE (11) 3181-8266

Como as temperaturas frias afetam os sintomas da EM

Como as temperaturas frias afetam os sintomas da EM

O que melhora ou piora os sintomas da esclerose múltipla (EM) pode não ser o mesmo pra todos. O clima frio é um ótimo exemplo disso. As temperaturas frias podem aliviar ou prevenir os sintomas da EM naqueles que experimentam o fenômeno de Uhtoff – o agravamento dos sintomas neurológicos (ou mesmo o desencadeamento de exacerbação da EM completa) devido ao aumento da temperatura corporal. Para muitos outros, no entanto, ser frio pode afetar os nervos e a atividade muscular, levando a desafios de dor e mobilidade.

Aqui estão alguns sintomas relacionados a temperaturas frias (e mudanças sazonais) que valem a pena conhecer.

 

Cãibras Musculares e Espasticidade

 Temperaturas frias podem alterar a atividade muscular e nervosa. E quando você convive com EM, os nervos do cérebro, da coluna e dos olhos podem estar um pouco mais lentos. Adicionando os efeitos da temperatura do corpo frio, pode causar esta atividade nervosa alterada e se manifestar com cãibras, rigidez e espasticidade.

 

O que você pode fazer para ajudar a amenizar os sintomas da EM que pioram no frio:

 Ficar longe de temperaturas frias pode ser um desafio às vezes. Se sua mobilidade é reduzida, você pode não conseguir facilmente alcançar reguladores de calor / ar condicionado, por exemplo.

 

Use as seguintes estratégias a seu favor sempre que puder:

Aqueça-se internamente

Tente beber bebidas quentes como uma xícara de chocolate quente, chá para amenizar o frio e aquecer o centro do seu corpo mais rápido. (Beber ou comer alimentos quentes não está associado ao fenômeno de Uhtoff.)

 

Vestir-se em camadas

Na maioria das regiões geográficas, a temperatura externa pode mudar drasticamente ao longo do dia, mesmo dentro de ambientes fechados.

Prepare-se para sempre ter em mãos casacos e roupas que possam mantê-lo aquecido.

 

Se exponha ao Sol

Vá para fora durante a parte mais fria de um dia quente ou a parte mais quente de um dia frio e mergulhe em um pouco de calor. Se você usa uma cadeira de rodas, um andador ou uma bengala , sair com segurança é um momento importante do seu dia.

 

Não exagere no calor

Como a supercompensação com calor excessivo pode exacerbar a esclerose múltipla, manter uma temperatura moderada é especialmente importante.

Banhos muito quentes ou uma lareira aconchegante pode parecer uma maneira natural de lidar com o frio, mas tenha cuidado: calor extremo pode exacerbar alguns sintomas. Use essas estratégias sempre com moderação.

O tempo frio pode certamente ter um impacto na EM que está relacionado apenas às temperatura. Mas há outras maneiras pelas quais as estações mais frias podem afetá-lo também.

Ao considerar o que foi dito acima, pense também em como as temperaturas frias podem afetar seus comportamentos e como isso pode influenciar sua maneira de sentir.

 

Exposição Limitada de Luz Solar

A luz solar ajuda seu corpo a produzir vitamina D. A luz solar limitada (por exemplo, evitando caminhadas diárias porque está muito frio lá fora) coloca você em risco de deficiência de vitamina D, o que pode piorar os sintomas da EM e pode até provocar uma recaída.

 

Depressão

A depressão é mais comum durante os meses frios, e isso está relacionado à exposição à luz solar / deficiência de vitamina D, falta de atividade ao ar livre.

EM e depressão estão intimamente relacionados. Enquanto a esclerose múltipla pode piorar ou desencadear a depressão, a depressão também pode dificultar o seu funcionamento. Fale com o seu médico se tiver sintomas de depressão. Embora muitos se sobreponham aos da EM, como fadiga e distúrbios do sono, é importante que um profissional avalie o seu caso especificamente.

 

Infecções virais

Infecções, que são um desencadeante conhecido de recidivas da EM, são mais comuns durante os meses de inverno. Mesmo alguns dias de gripe podem desencadear alguma exacerbação da EM, requerendo cuidados especiais.

Avalie com o profissional que te acompanha as melhores estratégias para manter a qualidade de sua rotina em dias mais frios. Anote em seu caderno de lembretes como tem se sentido nos últimos dias, isso vai ajuda-lo a monitorar a melhor estratégia para o seu caso.

 

Fonte: Very Well Health – https://www.verywellhealth.com/how-cold-affects-symptoms-of-multiple-sclerosis-2440834

Adaptado e traduzido – Redação AME

ame

A AME - Amigos Múltiplos pela Esclerose nasceu do sonho de divulgar a EM e contribuir com a busca de diagnóstico precoce, tratamento adequado e melhora na qualidade de vida dos pacientes, seus amigos e familiares. Somos uma Organização sem Fins Lucrativos que, desde 2012 reúne amigos múltiplos com uma missão de compartilhar informação de qualidade sobre a EM de forma gratuita e acessível.

VER TODOS POSTS