AME - Amigos Múltiplos pela Esclerose

LIGUE (11) 3181-8266

13 Condições comumente confundidas com esclerose múltipla

13 Condições comumente confundidas com esclerose múltipla

Muitos distúrbios compartilham sintomas com a EM, complicando algumas vezes seu diagnóstico.

Obter um diagnóstico correto da esclerose múltipla (EM) pode ser um desafio.

Nenhum teste pode determinar o diagnóstico de forma conclusiva, e nem todas as pessoas têm todos os sintomas comuns da EM , como dormência, formigamento, dor, fadiga e sensibilidade ao calor. E para complicar as coisas, os sintomas que você tem podem se assemelhar aos de alguma outra condição.

Para descobrir o que está causando possíveis sintomas de esclerose múltipla, os médicos examinam seu histórico médico, os resultados de um exame neurológico e uma  ressonância magnética  – e às vezes fazem uma punção lombar (também chamada de exame de lícquor), diz  Jack Burks, neurologista e diretor médico chefe da  Associação de Esclerose Múltipla da América . “O diagnóstico também pode exigir a eliminação das possíveis doenças causadas pela EM”, diz ele. Isso leva a um diagnóstico de EM por exclusão.

Aqui estão algumas das condições que às vezes são confundidas com esclerose múltipla :

A doença de Lyme  é uma infecção bacteriana transmitida através de uma picada de carrapato. Os primeiros sintomas incluem fadiga, febre, dores de cabeça e dores musculares e articulares. Sintomas posteriores podem incluir dormência e formigamento nas mãos e nos pés, bem como problemas cognitivos, como perda de memória de curto prazo e problemas de fala. Se você mora em uma área que é conhecida por ter a doença de Lyme ou que viajou recentemente para um, seu médico vai querer descartar a possibilidade, diz o Dr. Burks.

A enxaqueca é um tipo de dor de cabeça que pode causar dor intensa; latejante; sensibilidade à luz, sons ou cheiros; nausea e vomito; visão embaçada; tontura e desmaio. Um estudo publicado on-line na revista  Neurology, em agosto de 2016, descobriu que uma enxaqueca era o diagnóstico correto mais comum em indivíduos do estudo que tinham, definitivamente ou provavelmente, sido diagnosticados erroneamente com esclerose múltipla, ocorrendo em 22% deles. Dito isto, dores de cabeça – e enxaquecas em particular – ocorrem comumente com EM, mostra um estudo publicado na Neurological Sciences em abril de 2011. E de acordo com um estudo publicado no Journal of Headache Pain em outubro de 2010, eles também estão significativamente associados a outros tipos de dor, bem como com depressão.

As enxaquecas podem ser difíceis de diagnosticar, e os médicos usam algumas das mesmas ferramentas para diagnosticar as dores de cabeça do que para a EM, incluindo a obtenção de um histórico médico e a realização de um exame neurológico completo.

Conversão e transtornos psicogênicos são condições nas quais o estresse psicológico é convertido em um problema físico – como cegueira ou paralisia – para o qual nenhuma causa médica pode ser encontrada. No estudo de Neurologia sobre diagnósticos errôneos da EM, 11% dos indivíduos com diagnóstico definitivo ou provavelmente erroneamente diagnosticado com esclerose múltipla realmente tiveram uma conversão ou desordem psicogênica .

O distúrbio do espectro de neuromielite óptica (NMO)  é uma doença inflamatória que, como a esclerose múltipla, ataca as bainhas de mielina – a cobertura protetora das fibras nervosas – dos nervos ópticos e da medula espinhal. Mas, ao contrário da EM, geralmente poupa o cérebro em seus estágios iniciais. Os sintomas de NMO – que incluem perda repentina de visão ou dor em um ou ambos os olhos, dormência ou perda de sensibilidade nos braços e pernas, dificuldade em controlar a bexiga e intestinos e vômitos e soluços incontroláveis ​​- tendem a ser mais graves que os sintomas da EM . Os tratamentos para a EM são ineficazes e podem até piorar a NMO, por isso, obter um diagnóstico preciso é extremamente importante. Um exame de sangue conhecido como teste de anticorpos NMO IgG pode ajudar a diferenciar entre EM e NMO.

O lúpus  é uma desordem auto-imune crônica que, como a esclerose múltipla, afeta mais mulheres do que homens. Pode causar dores musculares, inchaço nas articulações, fadiga e dores de cabeça. O sintoma característico do lúpus é uma erupção em forma de borboleta que cobre as bochechas e a ponte do nariz, mas apenas cerca de metade das pessoas com lúpus desenvolvem essa erupção cutânea. Não há um único teste de diagnóstico para o lúpus e, como seus sintomas são semelhantes aos de muitas outras condições, às vezes é chamado de “o grande imitador”.

Os reumatologistas (médicos especializados em doenças dos músculos e articulações) normalmente diagnosticam o lúpus com base em vários exames laboratoriais e no número de sintomas característicos do lúpus que uma pessoa tem.

Um derrame  ocorre quando uma parte do cérebro deixa de receber um suprimento constante de sangue e, consequentemente, não recebe o oxigênio e os nutrientes de que precisa para sobreviver. Os sintomas de um acidente vascular cerebral incluem perda de visão; perda de sensibilidade nos membros, geralmente de um lado do corpo; dificuldade em andar; e dificuldade em falar – todos os quais também podem ser sinais de um surto de EM . A idade da pessoa que apresenta os sintomas pode ajudar a determinar o diagnóstico correto. “Enquanto a EM pode ocorrer em pessoas de 70 anos, se a pessoa é mais velha, você tende a pensar em acidente vascular cerebral, e não EM”, diz Burks. Um acidente vascular cerebral requer atenção imediata ; Se você acha que está sofrendo um derrame, ligue para o 190.

A fibromialgia  e a esclerose múltipla têm alguns sintomas semelhantes , incluindo dores de cabeça, dores articulares e musculares, dormência e formigamento das extremidades, problemas de memória e fadiga. Assim como a esclerose múltipla, a  fibromialgia é mais comum em mulheres do que em homens. Mas ao contrário da EM, a fibromialgia não aparece como lesões cerebrais em uma ressonância magnética.

A síndrome de Sjögren  é outro distúrbio auto-imune, e os sintomas de muitos distúrbios auto-imunes se sobrepõem, diz Burks. Sjögren provoca fadiga e dor musculoesquelética e é mais comum em mulheres do que em homens. Mas os sinais reveladores são  olhos secos  e boca seca, que não estão associados à esclerose múltipla.

A vasculite  é uma  inflamação dos vasos sangüíneos  que pode mimetizar a esclerose múltipla, diz  Kathleen Costello , uma enfermeira adulta e do Johns Hopkins MS Center, em Baltimore, e vice-presidente de acesso à saúde da  National Multiple Sclerosis Society. Dependendo do tipo de vasculite, os sintomas podem incluir dor nas articulações, visão turva e dormência, formigamento e fraqueza nos membros.

A miastenia gravis  é uma doença auto-imune crônica que causa fraqueza muscular que tipicamente vem e vai, mas tende a progredir com o tempo. A fraqueza é causada por um defeito na transmissão de impulsos nervosos para os músculos. Em muitas pessoas, os primeiros sinais de  miastenia gravis são pálpebras caídas e visão dupla. Assim como a EM, também pode causar dificuldade para andar, falar, mastigar e engolir. Se um médico suspeitar de miastenia gravis, vários testes podem ajudar a confirmar ou descartar o diagnóstico.

A sarcoidose  é outra doença inflamatória auto-imune que compartilha alguns sintomas com a esclerose múltipla, incluindo fadiga e diminuição da visão. Mas a sarcoidose afeta mais comumente os pulmões, os gânglios linfáticos e a pele, causando tosse ou chiado, inchaço dos gânglios linfáticos e nódulos, feridas ou áreas de descoloração na pele.

A deficiência de vitamina B12  pode causar sintomas semelhantes aos da EM, como fadiga, confusão mental e dormência e formigamento nas mãos e nos pés. Isso porque a vitamina B12 desempenha um papel no metabolismo dos ácidos graxos necessários para manter a bainha de mielina. A deficiência de vitamina B12  pode ser identificada com um simples exame de sangue.

A encefalomielite disseminada aguda (EMDA)  é um grave ataque inflamatório que afeta o cérebro e a medula espinhal. Os sintomas incluem febre, fadiga, dor de cabeça, náuseas, vômitos, perda de visão e dificuldade para andar. Condição muito rara, a  EMDA  geralmente surge rapidamente, após uma infecção viral ou bacteriana. As crianças são mais propensas a ter EMDA, enquanto a EM é mais provável de ocorrer em adultos.

Fonte: Everyday Health, traduzido livremente – Redação AME: https://bit.ly/2JhaMfO

ame

A AME - Amigos Múltiplos pela Esclerose nasceu do sonho de divulgar a EM e contribuir com a busca de diagnóstico precoce, tratamento adequado e melhora na qualidade de vida dos pacientes, seus amigos e familiares. Somos uma Organização sem Fins Lucrativos que, desde 2012 reúne amigos múltiplos com uma missão de compartilhar informação de qualidade sobre a EM de forma gratuita e acessível.

VER TODOS POSTS