Boas novas

Quando me determinei a realizar algumas mudanças por aqui, percebi algumas dificuldades que externei nesse post aqui.

Mas de qualquer forma, fui mudando o que era possível. Junto com isso, uma série de “entraves” foram surgindo e deixando as coisas por aqui ainda mais difícil.

Até que nos foi feita uma proposta: mudarmos para uma casa próxima dos meus sogros para fazermos companhia à eles que estão bem velhinhos e precisando de supervisão.

Acertados os termos, nos decidimos pela mudança na semana passada e hoje será feito o transporte da nossa bagunça. Tudo assim, de uma hora pra outra.

Eu tô no último grau de fadiga ajudando a empacotar tudo, mas imensamente feliz. Essa mudança inesperada, vai me facilitar a vida, me proporcionando meios e oportunidades para outras mudanças desejadas.

E desde que dissemos sim, alguns dos nossos “entraves” começaram a se desenrolar.

Enfim, tudo está extremamente confuso agora, difícil, trabalhoso e cansativo, mas as perspectivas são tão boas!

Perdoem esse texto curtinho, mas precisava compartilhar das novidades e minha alegria.

Agora vou ali, juntar mais um pouquinho das  minhas tralhas. Afinal, de onde a gente tira tanta tranqueira pra enfiar dentro de casa? E porquê?