Renovando as esperanças

Arrancamos uma página da folhinha e a vida muda. Não porque arrancamos a página, mas porque nos dispomos à mudança.

Quando um novo ano se inicia, iniciamos novo ciclo. Em geral fazemos isso no ano novo. Eu, particularmente, faço meu “balanço anual” no meu aniversário, traço novos planos e estratégias, mas começo a colocar em prática no ano novo.

É uma data específica, fica fácil de “começar novos começos”. E como a grande maioria das pessoas pensa de forma parecida, a energia de renovação se espalha, contagia e incentiva.

Eu gosto dessa virada. Sempre renovo minhas esperanças, meus sonhos e minha energia. Sou uma otimista convicta, daquelas que beiram à ingenuidade, mas gosto de acreditar em dias melhores sempre. Quando não puder mais acreditar, de que valerá o esforço?

Como meu último texto do ano, desejo que a energia de renovação se espalhe na vida de todos e traga boas vibrações, energia de cura para o corpo e para a alma, amor, paz e prosperidade.

Feliz ano novo!