AME - Amigos Múltiplos pela Esclerose

LIGUE (11) 3181-8266

SINAL DE LHERMITTE: O QUE É? COMO VOCÊ O TRATA?

SINAL DE LHERMITTE: O QUE É? COMO VOCÊ O TRATA?

Dura apenas alguns segundos, mas pode ser surpreendente e assustador: uma explosão intensa de dor como um choque elétrico que corre para baixo em suas costas em seus braços e pernas quando você move seu pescoço. Esse é o sinal de Lhermitte, ou “sinal da cadeira de barbeiro”, e é, muitas vezes, um dos sintomas que as pessoas mencionam quando são diagnosticados com esclerose múltipla.

Esse pode ser um sintoma doloroso, mas não há necessidade de pânico. Em algumas pessoas pode ser sinal de um surto, em outras é um sintoma recorrente. Com o tempo e/ou com o tratamento, algumas o sinal de Lhermitte pode diminuir e até mesmo parar.

O que acontece no seu corpo

Quando você tem EM, seu sistema imunológico começa a atacar o revestimento de gordura, chamado mielina, que protege seus nervos. Sem ele, o tecido cicatricial se forma e começa a bloquear as mensagens que viajam em seu cérebro e medula espinhal. O sinal de Lhermitte é um dos sintomas que ocorre quando esses sinais não se movem como deveriam.

A EM não é a única condição que pode causar Lhermitte. Também pode acontecer a pessoas com outras desordens envolvendo a parte superior da medula espinhal, e a pessoas com uma grave falta de vitamina B12. Seu médico vai querer testá-lo para ver se é a EM ou outro problema de saúde que está causando seus sintomas.

Tratamento e Terapia

Como boa parte dos sintomas da EM, é comum o sinal de Lhermitte aparecer quando seu corpo está superaquecido ou muito cansado ou com fadiga. Também pode acontecer se você mover a cabeça, muitas vezes quando o queixo bate no peito.

O seu médico pode prescrever alguns tratamentos para ajudar a aliviar a dor:

– Aparelhos estimuladores elétricos. Essas máquinas aliviam a dor enviando eletricidade de baixa tensão para seus nervos. Alguns trabalham fora do seu corpo, como TENS (estimulação nervosa elétrica transcutânea). Outros, podem ser implantados em você.

– Uma gola macia para limitar o movimento

– Massagens e técnicas de relaxamento muscular

– Respiração profunda

– Alongamento

Há também medicamentos que podem combater o sinal de Lhermitte: Anti-incontinência, urinária, Relaxantes musculares, Antidepressivos, Bloqueadores de canais de sódio, Esteróides.

Sempre que sentir o sintoma ou se ele piorar, converse com seu médico. Converse com sua equipe de cuidados de saúde sobre a combinação de tratamentos que irá ajudá-lo mais.

Confira mais informações sobre o sinal de Lhermitte aqui.

Leio o texto original em WebMD

Traduzido e adaptado por AME – Amigos Múltiplos pela Esclerose

ame

A AME - Amigos Múltiplos pela Esclerose nasceu do sonho de divulgar a EM e contribuir com a busca de diagnóstico precoce, tratamento adequado e melhora na qualidade de vida dos pacientes, seus amigos e familiares. Somos uma Organização sem Fins Lucrativos que, desde 2012 reúne amigos múltiplos com uma missão de compartilhar informação de qualidade sobre a EM de forma gratuita e acessível.

VER TODOS POSTS