Compartilhe este post

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter

Valentina só quer dormir, mas não consegue. A madrugada parece não ter fim. Ela Lê, ouve música para relaxar, faz yôga… quando se dá conta está atacando a geladeira. Tudo que ela não pode é beber aquele copão de Tody com ovomaltine (meio litro de leite). Mas não resiste.

Volta para cama. O outro agravante: a tosse pelo muco. Levanta. Vai para o quintal. Senta-se na cadeira e olha o céu. É dia de noite fria. Pega o cobertor. Desiste da cadeira e vai para rede.

Essa é só mais uma madrugada comum de quem tem ansiedade. Remédio ajuda. Psiquiatra ajuda. Psicólogo ajuda. Comedores Compulsivos Anônimos, também ajuda. Procure ajuda!

Explore mais

Emoções

Hello, meus Raros tudo bem?

por Aline Souza Venho através desse texto compartilhar minhas experiências nos últimos tempos para ter um encaminhamento para o neurologista via SUS. O Sus é

Coronavírus

O caminho de volta

por Suzana Gonçalves Há quase dois anos fomos literalmente surpreendidos pela pandemia, dúvidas no ar… Como nossos corpos com esclerose múltipla irão se  comportar diante