ONGs recolhem flores que iam para o lixo e transformam em arranjos para alegrar idosos em asilos

Compartilhe este post

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter

Quem nunca admirou as flores usadas para decorar uma festa? Tão lindas, mas geralmente descartadas rapidamente, sem nem ter chance de alegrarem por mais tempo o dia das pessoas.

Porém, iniciativas como a Flor Gentil e a Flor Faz Bem mudaram isso, tornando a vida das flores e das pessoas melhores!

Apóes a luzes apagarem nos salões, elas recolhem as flores e doam pra asilos e outras instituições. Esse gesto simples leva tanta alegria aos idosos que sorriem e exibem felizes seus arranjos, que é inegável o poder dessas flores que iam para o lixo e agora viram presentes e lembranças para quem mais precisa de carinho.

Pioneira no Brasil, a iniciativa naceu com a florista Helena Lunardelli há cinco anos. Ela estava passando por um momento de crise existencial e queria fazer algo diferente de sua vida, algo, principalmente, que tivesse algum impacto social.

Um dia, escutando reclamações e desabafos de faxineiros após uma festa, sobre como era triste ver arranjos tão bonitos irem para o lixo ou até mesmo sobre o fato de um deles não ter tido dinheiro para comprar flores para seu próprio casamento ela percebeu ali a oportunida que tanto procurava.

Hoje, a Flor Gentil visita 26 casas quinzenalmente e recebe doações de 348 distribuidores distintos, entre floristas, pessoas físicas, buffets e outras instituições. A ONG conta com 2.110 voluntários inscritos, que além de ajudar fazendo o bem, também tornam-se capacitados profissionalmente para atuarem como floristas no mercado de trabalho.

“O que eu mais gosto é entregar. A gente acaba se apegando aos senhores, ouvindo as histórias. É muito legal essa conexão que a flor nos proporciona”, conclui Helena.

Já em Porto Alegre, a Flor Faz Bem, sob o comando da Jaqueline, atua há apenas sete meses e por isso ainda precisa de mais voluntários frequentes. Muitas vezes apenas Jaqueline e a sócia, Claudia Bopp, ficam a cargo de buscar as flores, fazer os arranjos e entregar nos asilos.

Inscreva-se pra ajudar e saber mais dessas lindas iniciativas.

São Paulo: Flor Gentil http://www.florgentil.com.br/

Porto Alegre: Flor Faz Bem contato@eutenhovisto.com

http://razoesparaacreditar.com – 15/06/2015.

Explore mais

Qualidade de Vida

10 mitos da esclerose múltipla

Por Maurício Brum, da Redação AME/CDD   Você certamente já ouviu falar da esclerose múltipla. Mas, até pelo nome da doença e pelo desconhecimento sobre