AME - Amigos Múltiplos pela Esclerose

LIGUE (11) 3181-8266

Exame de sange detectaria esclerose múltipla antes de manifestação dos sintomas

Exame de sange detectaria esclerose múltipla antes de manifestação dos sintomas

"Se os nossos resultados podem ser replicados em populações maiores podem ajudar a detectar mais cedo a esclerose múltipla em um subgrupo de pacientes", diz o autor do estudo Biberacher Viola, da Universidade Técnica de Munique, na Alemanha. Um anticorpo encontrado no sangue de pessoas com esclerose múltipla (EM) pode estar presente muito antes da doença e da manifestação dos sintomas.

Essa foi a conclusão a que chegou um estudo apresentado na 66ª Reunião Anual da Academia Americana de Neurologia, a ser realizada na Filadélfia, EUA, a partir de 26 abril – 3 maio.

Nesse sentido, disse que “detectar a doença antes que apareçam sintomas parece significar que podemos preparar melhor um tratamento e possivelmente prevenir os sintomas”. Também disse que “esta descoberta também mostra que o desenvolvimento de anticorpos contra a proteína Kir4.1, uma proteína encontrada em algumas pessoas com esclerose múltipla, precede o aparecimento clínico da doença sugerindo um papel de auto-anticorpos na forma como a doença se desenvolve”. Para este estudo, 16 doadores de sangue saudáveis ​​que foram posteriormente diagnosticados com esclerose múltipla foram comparados com 16 doadores saudáveis e da mesma idade e sexo que não desenvolveram a doença. No sangue os cientistas procuraram um anticorpo específico para Kir4.1 e foram coletadas amostras de dois a nove meses antes de os primeiros sintomas da doença se manifestarem. Posteriormente , os cientistas analisaram os níveis de anticorpos no sangue em vários pontos de tempo até seis anos antes e após o início da doença nos pacientes com o anticorpo Kir4. Todas as amostras saudáveis ​​deram negativo para anticorpos Kir4 . 1, do qual dos pacientes com esclerose múltipla sete foram positivos para o anticorpo, dois mostraram atividade no limite e sete foram negativos.

AVEMPO. Traduzido livremente.

ame

A AME - Amigos Múltiplos pela Esclerose nasceu do sonho de divulgar a EM e contribuir com a busca de diagnóstico precoce, tratamento adequado e melhora na qualidade de vida dos pacientes, seus amigos e familiares. Somos uma Organização sem Fins Lucrativos que, desde 2012 reúne amigos múltiplos com uma missão de compartilhar informação de qualidade sobre a EM de forma gratuita e acessível.

VER TODOS POSTS

10 Comentários

  1. Mariglei 6 meses atrás 25 de junho de 2018

    Boa tarde!
    Estou bastante agoniada, pois a 48 dias com tontura e médico tratando como labirintite e fisioterapia mas não muda nada. Pode ser esclerose múltipla?

    RESPONDER
    • ame 6 meses atrás 25 de junho de 2018

      Oi, Mariglei, como você está?

      Acabamos de responder seu email com algumas informações, dá uma olhada lá 😉

      Forte abraço!

      RESPONDER
  2. daniela 4 meses atrás 24 de agosto de 2018

    Boa tarde! Há alguns anos passei a ficar constipada, e uns três anos depois começou a incontinência urinária.Em 2016 tive uma crise violenta de labirintite, fiz todos os exames com o otorrino, onde não detectou-se tal doença. Ano passado tive mais uma crise, que dourou apenas um dia. Desde então, comecei a sentir tonturas e dores de cabeça diárias, uma dor esquisita nos olhos, caimbras, formigamentos nas mãos e pés do lado direito, o que agora se estendeu aos braços e pernas, e iniciando no lado esquerdo. Me sinto exausta, acordo cansada. Procurei vários médicos e os exames estavam todos certinhos, inclusive fui ao psiquiatra pois associei à ansiedade. Mas as dores, que nem sei se chegam a ser dor, como se estivesse com os membros fracos e ao mesmo tempo rígidos, um incômodo insuportável. Procurei um neuro, e no exame clínico ele detectou que estou com alguma disfunção neurológica, mas optou por não me falar sobre seu prognóstico para que eu não me preocupasse a toa, me pediu ressonância cervical e dorsal/lombar, também um exame de eletroneuromiografia. Posso estar com EM?

    RESPONDER
    • ame 3 meses atrás 3 de setembro de 2018

      Oi, Daniela, como vai?

      O ideal é que você passe em consulta formal com um neurologista que avalie os seus exames e sintomas 😉

      Abraços múltiplos.

      RESPONDER
  3. Glaucia 4 meses atrás 27 de agosto de 2018

    Tenho sentido uns choques no pescoço nuca e atrás da orelha pode estar relacionados com EM?

    RESPONDER
    • ame 3 meses atrás 3 de setembro de 2018

      Oi, Glaucia 😉

      O ideal é que você passe em consulta formal com um neurologista para que ele ou ela possa avaliar o seu caso!

      Abraços múltiplos.

      RESPONDER
  4. Tania Maria Gonçalves França 3 meses atrás 2 de setembro de 2018

    Bom dia descobrir neurite optica apos 2 anos estou com neuro mas ainda .duvida e verdade que.pode vira pra esclere multipla ja faço tratamento ha 7anos.

    RESPONDER
    • ame 3 meses atrás 3 de setembro de 2018

      Oi, Tania, como vai?

      O ideal é que você passe em consulta formal com o seu médico 😉

      Abraços múltiplos.

      RESPONDER
  5. marisilvia Dias pereira moura 2 meses atrás 23 de outubro de 2018

    Bom dia. sofri uma queda a cerca de 02 anos e bati os quadris, passei entao a sentir dificuldades para andar pois minha perna esquerda ficou com dificuldades mas a cerca de 06 meses sinto tremores constantes, formigamentos, dores nas costas com sensação de agulhas me furando no rosto, pescoço e restante do corpo, como se meu pescoço desse choques, tenho vista embaçada, visao dupla, esquecimento, dificuldade de concentração, incontinencia urinaria, tontura, um desespero ao calor, como se meu corpo inchasse me deixando com uma sensação de dormencia na pele. Fiz exame de eletronueromiografia e deu lesaõ de motonueronio superior e netre parentes colocaram paresia central. a medica pediu exame de sangue e deu tgo 15 u/l tgp 17 u/l fosfatase alcalina 53 u/l cpk 149 u/l e aldolase 2,6 u/l. O que estes exames podem sugerir? ha algum indicativo de doença seria?

    RESPONDER
    • ame 3 semanas atrás 23 de novembro de 2018

      Olá querida amiga, como vai?
      Os médicos que você consultou, são neurologistas?
      Fechar o diagnóstico de EM nem sempre é fácil. Temos um artigo que explica melhor como é feito o diagnóstico. Segue o link para acesso: http://bit.ly/2FWR2hq

      Os sintomas de EM variam bastante de pessoa para pessoa, por isso o ideal é que um profissional em consulta avalie os exames e possa fechar algum diagnóstico. Neste link em nosso site temos um artigo que mostra alguns dos sintomas possíveis para esclerose múltipla: https://bit.ly/2Itoblc

      Como a EM é uma doença imprevisível, fazer um diário de sintomas pode ajudar na hora de conversar com o médico, segue link pra você saber um pouco mais: https://bit.ly/2uHMTfs

      Dá uma lida nisso que te mandei e, se tiver qualquer dúvida, é só falar 😉
      Conte com a gente sempre, tá?
      Abraços Múltiplos

      RESPONDER

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *