O LADO BOM DE TUDO

Oiê meus amoros e amoras múltiplos, espero que estejam todos bem.

Por aqui continuamos na luta e estamos bem.

Após o meu último post muitas coisas se transformaram em minha vida. Primeiro, devo lhes contar que a troca do antideprê não funcionou e acabei voltando para aquele que me sinto melhor. Segundo, troquei a profissional que estava me acompanhando como terapeuta, agora estou com uma psicóloga psicanalista e confesso que estou adorando de novo ter esse cuidado. Ela tem uma forma diferente de fazer você enxergar que nem tudo é da maneira como você acredita que é, ou seja, ajuda a abrir a mente para outras possibilidades.

Então, comecei a cuidar mais da minha saúde mental, dos sentimentos tóxicos que estava me consumindo por muito tempo.

Conheci um pouco sobre a psicologia positiva e a ciência do bem estar, estou descobrindo aos poucos como essas ciências podem nos ajudar a enfrentar os desafios do cotidiano. Foi com uma super amiga que tem pós graduação em psicologia e participando do Shot para Mulheres de Autoconstrução com nossa amada Paulinha, que se dedicou a psicologia positiva e aos métodos de desenvolvimento humano focado em mulheres e ministrou com excelência esses encontros, que apesar de não ter sido possível estar presente a todos, foi muito enriquecedor e importante para que eu transformasse algumas atitudes em minha vida, que me disciplinou a ter menos pensamentos estressantes e conseguir alcançar a calmaria.

Com a ajuda dessas mulheres incríveis, comecei a me interessar pelo assunto e busquei ler algumas coisas.

Iniciei um mantra que faz parte de uma dessas leituras ” Pare de Reclamar e Concentre-se nas Coisas Boas.”

Quando abrimos a mente com um distanciamento dos pesares, conseguimos notar que em tudo na vida tem dois lados, o bom e o ruim.

Sei que isso parece um tanto clichê, e pode até ter uma certa falta de originalidade, porém, enxergar o lado bom das coisas faz com que aumente a nossa percepção das coisas e valorize aquelas que passariam desapercebidas caso a gente estivesse centrado só nas adversidades.

Aí você se pergunta: – O que tem de bom em receber o diagnóstico de uma doença crônica progressiva incurável?

E eu respondo como enxerguei após o diagnóstico:

– Agora sei o que tenho.

  • Tem tratamento.
  • Vou aprender a lidar com isso.
  • Vou procurar ajuda.
  • Ela progride mas, se tratada é lentamente.
  • Posso usar a minha experiência para ajudar alguém.

Bem, todas essas respostas são enxergando o lado bom das coisas, mesmo quando elas não são tão boas.

Com essa busca na ciência do bem estar, pude aprender que do mesmo jeito que criamos os pensamentos negativos, podemos criar os pensamentos positivos.

Um primeiro bom exercício mental é que quando devemos lidar com algo que não estávamos esperando e pode ser alguma coisa difícil, primeiro devemos nos perguntar : o que isso tem de bom?

Todos nós temos o hábito de só encontrar os problemas em tudo, antes de qualquer outra coisa e passar a vida se queixando, mas, quando incluímos adotar uma visão positiva e manter o foco em encontrar soluções e agradecer: “a mente transforma a essência do seu pensamento”, citando José Roberto Marques posso justificar o poder que tem a nossa mente.

Nesse momento, até parece que só você está enxergando o lado ruim das coisas, pois talvez a outra pessoa na verdade não queira enxergar, só que o nosso papel é demostrar o que está nos fazendo mal e ao outro de observar. Com paciência, podemos tentar demostrar caminhos para que o outro consiga enxergar por ele próprio o que está precisando ser transformado.

Tudo que expus pra vocês até agora é para que relacionamentos possam melhorar, podem ser de ordem amorosa, amigável, até profissional, incluindo no seu próprio relacionamento com você mesmo, talvez seja o mais complicado, porque quando estamos dentro de uma situação é quase impossível enxergar uma outra possibilidade.

No entanto, você deve aprender a se livrar dos conceitos já existentes em sua mente e estar aberto a formar novos conceitos partindo da experiência que está vivenciando naquele exato momento.

Não estou dizendo que é fácil essa aprendizagem porém, tudo que queremos modificar em nossas vidas requer prática, paciência e foco.

Bem, agora me digam amigxs múltiplos, o que praticam para levar a mente ao pensamento positivo? Qual a experiência que vocês podem nos ensinar para nos ajudar nessa aprendizagem?

Vou deixando vocês por aqui amoras e amoros.

Mil de beijinhos e até o próximo!!!!