AME - Amigos Múltiplos pela Esclerose

LIGUE (11) 3181-8266

O DESIGN E EMPREENDEDORISMO DE ERIKA FOUREAUX TRANSFORMA A VIDA DE CRIANÇAS COM (E SEM) DEFICIÊNCIA

O DESIGN E EMPREENDEDORISMO DE ERIKA FOUREAUX TRANSFORMA A VIDA DE CRIANÇAS COM (E SEM) DEFICIÊNCIA

Especialista em arquitetura para crianças, Erika Foureaux teve, desde menina, uma forte formação humanista que a aproximou de temas como feminismo e direitos humanos. “Sempre fui uma inconformada com a injustiça”, diz. Aos 25 anos, casada, mãe de três garotas, Julia, Sophia e Nina, era franqueada da Vibel: l’Architecte de l’Enfant, empresa francesa de arquitetura que cria projetos de decoração e móveis para jovens e crianças, quando decidiu cursar a faculdade de Design Industrial para ampliar seus conhecimentos. “Foi justamente neste período que a Sophia, que tem mobilidade reduzida, fez uma pergunta que transformou minha vida.

Aos 6 anos e em seu primeiro dia de aula, ela entrou na sala e perguntou ‘Mamãe, onde eu vou sentar?’. Me deparei com uma triste realidade: não existiam equipamentos inclusivos, lúdicos, funcionais e eficientes que oferecessem oportunidade igualitária para a minha filha. Quando digo oportunidade, quero dizer que ela não teria o mesmo desempenho escolar que seus colegas se a cadeira, por exemplo, não retificasse seu quadril.”

Diante desta situação, Erika, com pensamento inclusivo e espírito empreendedor, deixou o trabalho com a empresa francesa para fundar, junto com alguns colegas da faculdade de design, o Instituto Noisinho da Silva. O nome, segundo Erika, vem da certeza que ela tem de que juntos nós podemos ser agentes transformadores, e que essa mudança começa de dentro pra fora.

“Segundo a OMS, há hoje, no mundo, 1 bilhão de pessoas com deficiência. Percebemos que havia uma lacuna no mercado e resolvemos investir em produtos de design que fossem eficientes, lúdicos, bonitos, seguros e proporcionasse autonomia e igualdade em oportunidade. Por isso é inclusão: porque nossas soluções permitem que todas as crianças – e não só as deficientes – se sintam plenamente incluídas ao ambiente escolar. Ou seja, que elas se sintam bem, brinquem, aprendam e se socializem com independência. Se a criança utiliza um produto com design hospitalar, ela naturalmente assusta os colegas da mesma idade e é colocada de lado. Isto gera impactos negativos nos estudos, no trabalho e nas relações sociais. Como tenho a Julia e a Nina, meu objetivo é colaborar para a real inclusão. Desejo colaborar para construção de oportunidades igualitárias. Este será o legado deixado pelo Noisinho.”

Aos poucos o Instituto foi se estruturando e profissionalizando, e hoje se dedica a pesquisar, criar e desenvolver produtos e soluções para que as crianças e jovens com e sem mobilidade reduzida possam brincar, estudar e se socializar juntos, de igual para igual. Um dos produtos, por exemplo, é a Ciranda, uma cadeirinha para chão indicada para crianças de 1 a 6 anos com deficiência física. “O modelo é lúdico, colorido, leve, lavável e dobrável, para que a criança possa conviver com os amigos com segurança e autonomia.”

Viabilização financeira

Diante da necessidade de gerar sustentabilidade financeira para o Noisinho, em 2012 Erika criou a The Products, empresa que vende e exporta seus produtos. “Trata-se de um negócio social, ou seja, cada vez que vendemos um produto The Products, parte da renda é revertida para novos projetos do Instituto, visando a inclusão de crianças com deficiência. Para se preparar, Erika fez curso de Gestão e Capacitação pela Fundação Dom Cabral e contou com o suporte da consultoria Ashoka/McKinsey. Hoje, além da venda online para pais de crianças deficientes no Brasil e no exterior, a The Products tem entre seus clientes prefeituras, Associações de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apaes), profissionais da área de saúde, fundações empresariais, além de contar com a revenda em lojas de artigos especializados e para bebês.

“Mantemos o foco em todas as empresas, sejam elas grandes, médias ou pequenas, já que o objetivo é contribuir para a mudança de atitude e transformar o ambiente.” A comunicação da The Products acontece, e muito, através de mídia espontânea. “Sou fellow da Ashoka, por exemplo, e essa participação acaba servindo como um canal para a divulgação da empresa.” Empreendedora determinada, Erika está de olho no crescimento da The Products e, consequentemente do Noisinho da Silva.

“Estamos revendo nosso plano de negócios e uma de nossas novas metas é aumentar a venda para o mercado externo. Por isso, temos trabalhado em parceria com a Apex, que tem nos orientado sobre os caminhos para viabilizar essa exportação.”

Em 2014, a The Products recebeu o certificado B, que assegura que nenhuma etapa de fabricação envolva exploração social ou ambiental. Além disso, Erika foi finalista do prêmio Cartier de empreendedorismo feminino e, em 2015, foi premiada pela Câmera de Comércio Ítalo-brasileira de Minas Gerais.

Sua alegria é ver Sophia, aos 21 anos, feliz e realizada, cursando psicologia. Já a Julia, com 23, se formou Administração e faz o curso grow2impct da Ashoka junto com a mãe e a caçula Nina, 17, planeja se tornar diretora da ONU.

Mas o maior reconhecimento é saber que seu trabalho contribui para que tantas outras crianças com mobilidade reduzida pelo país afora possam contar com as mesmas possibilidades que as demais e influenciar jovens estudantes, pesquisadores, instituições renomadas bem como famílias no mundo todo para que não se conformem com o preconceito e a exclusão.

Para saber mais: The Products: www.theproducts.com.br

Fonte: iMulherEmprendedora

ame

A AME - Amigos Múltiplos pela Esclerose nasceu do sonho de divulgar a EM e contribuir com a busca de diagnóstico precoce, tratamento adequado e melhora na qualidade de vida dos pacientes, seus amigos e familiares. Somos uma Organização sem Fins Lucrativos que, desde 2012 reúne amigos múltiplos com uma missão de compartilhar informação de qualidade sobre a EM de forma gratuita e acessível.

VER TODOS POSTS