AME - Amigos Múltiplos pela Esclerose

LIGUE (11) 3181-8266

A importância de respirar bem com EM

A importância de respirar bem com EM

Centenas de anos atrás, professores de yoga na Índia estavam cientes da importância de respirar bem. “Respiração é vida; viver é estar respirando “, diz um mantra budista. Existem estudiosos ocidentais que aceitam esses argumentos porque descobriram, por exemplo, que a má respiração pode causar baixos níveis de energia, elevados níveis de toxicidade, stress e problemas emocionais.

Respirar bem é, portanto, essencial para a saúde mental, física e espiritual. Se você tem EM, buscar uma boa respiração também é essencial. Durante o curso da doença podem ocorrem alterações respiratórias por causa da natureza multifocal da EM.

Uma vez que estamos cientes do processo metabólico, sabemos que mais de 90% da população utiliza menos de 50% da capacidade pulmonar. Um dos principais problemas de respiração desta maneira é que o oxigênio não é fornecido de forma suficiente para as células do cérebro e do corpo; e a quantidade inadequada de oxigênio no tecido (ou hipoxia) está relacionada com as doenças degenerativas. Alguns dos efeitos que pode causar são stress, insónia, asma e fadiga. De acordo com o Instituto Internacional de respiração, Colorado (EUA), “respirar corretamente é uma maneira natural e eficaz para desintoxicar, uma vez que 70% das toxinas do corpo são eliminados através da respiração.” Portanto, uma má respiração faz com que o oxigénio seja menos absorvido e menos capaz de promover essa desintoxicação. Por sua vez, isto provoca um aumento da susceptibilidade à doença. Temos de aprender a respirar mais profundamente e usar o diafragma.

De acordo com a organização Yoga para a Saúde, um dos principais problemas da sociedade ocidental, é a respiração superficial: nós tendemos a fazer respirações mais curtas por causa da ansiedade e muitas vezes a hiperventilação está acontecendo como uma resposta emocional aos desafios, ambientais ou físicos. O Instituto Internacional de Respiração corrobora o argumento e indica que a respiração superficial está relacionada a uma série de doenças físicas e emocionais; porque a emoção e respiração estão intimamente ligados. Medo, raiva, tristeza … emoções afetam o fluxo natural da respiração. E a melhor maneira de distribuir oxigênio ao redor do corpo de uma forma mais equitativa é através da meditação. Estudos mostram que a circulação durante a meditação nos músculos do corpo aumenta até 300%. Portanto, o relaxamento permite respirar melhor, e respirar melhor nos permite relaxar.

Para mudar o nosso cotidiano, e desfrutar dos efeitos positivos de uma boa respiração, você precisa começar a respirar mais profundamente e não desanimar, porque o processo é lento; Você deve perseverar. Há, no entanto, uma série de dicas e exercícios para ajudá-lo a respirar mais fácil:

◦ Deite-se de costas e coloque as mãos sobre o abdômen.

◦ Sempre respire pelo nariz (que filtra e aquece o ar antes de entrar nos pulmões).

◦ Respire calmamente, de forma constante e profundamente.

◦ Relaxe. Libere a tensão.

◦ Observe como a sua barriga expande e se contrai.

◦ Não faça esforços excessivos.

◦ Trabalhe dentro de um ambiente confortável e pare de exercitar se sentir dor no peito ou lateral.

◦ Pratique a respiração com o estômago vazio.

◦ Pratique a respiração em uma área ao ar livre ou bem ventilada.

◦ Finalmente, se você conseguiu controlar este fluxo, continue o exercício e sente-se ereto.

Além disso, existem algumas práticas que ajudam a respirar melhor se a pessoa tem qualquer dificuldade a este respeito:

Yoga: Disciplina de origem indiana que visa domínio do corpo e combina posição, respiração e relaxamento. Hatha yoga, um ramo desta disciplina é o mais adequado para relaxar e liberar a tensão do corpo como ele equilibra o sistema nervoso e estimula os órgãos internos. Se você quer se concentrar o exercício de controle da respiração, exercícios específicos que lidam com isso eles são o pranayama. Muitas pessoas disseram que depois de praticar yoga sentiram ter mais energia.

A técnica de Alexander: Desenvolvida por Frederick Alexander em 1903, é uma técnica que retrai corpo e mente, para descobrir um novo equilíbrio, sem tensões. Notável para melhorar a liberdade de movimentos e coordenação, foi praticada por muitos atores e dançarinos durante o século XX. Este processo de relaxamento traz benefícios como a boa digestão, melhora da função cardíaca, ou a remoção da tensão muscular no pescoço.

Tai-Chi: Arte marcial, através da cadeia de movimentos suaves, permite alcançar o equilíbrio físico e mental. Este sistema estimula o fluxo de ar e libera a energia armazenada. É também uma boa maneira de beneficiar o corpo, mente e espírito.

Assim, agora não só você está ciente da importância de respirar bem, mas também das técnicas e processos através dos quais você pode fazê-lo. A respiração correta é importante para toda a população e, especialmente, para as pessoas com EM para a prevenção de potenciais complicações respiratórias. Então, vamos praticar? 🙂

Fonte: MS Focus – 07/09/2015. Traduzido livremente. Imagem: Creative Commons.

ame

A AME - Amigos Múltiplos pela Esclerose nasceu do sonho de divulgar a EM e contribuir com a busca de diagnóstico precoce, tratamento adequado e melhora na qualidade de vida dos pacientes, seus amigos e familiares. Somos uma Organização sem Fins Lucrativos que, desde 2012 reúne amigos múltiplos com uma missão de compartilhar informação de qualidade sobre a EM de forma gratuita e acessível.

VER TODOS POSTS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.