8 dúvidas sobre medicamentos para Esclerose Múltipla

Compartilhe este post

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter

Quando devo iniciar o tratamento? Posso tomar remédios e beber álcool? Tire suas dúvidas sobre medicamentos na Esclerose Múltipla nesse texto!

 

As terapias modificadoras de doença (TMDs) são aquelas que ajudam a reduzir a frequência e a gravidade dos surtos de Esclerose Múltipla e/ou a progressão da deficiência. Hoje em dia existem muitas opções de tratamento disponíveis para pessoas com EM e muitos medicamentos que podem ajudar a levar a uma melhor qualidade de vida.

No entanto, antes de iniciar o tratamento para uma condição crônica como a Esclerose Múltipla é normal ter algumas dúvidas. Nós te ajudamos a resolver algumas dessas questões com o infográfico a seguir e encorajamos você a pedir ajuda à sua equipe médica sempre que tiver alguma dúvida.

1. Quando tenho que começar o tratamento?

Comece o quanto antes possível, seja qual for a sua condição atual: isso te ajudará a reduzir o número e a gravidade dos surtos.

2. Como os profissionais de saúde decidem que tratamento devo tomar?

Um medicamento não é “melhor” que outro: os profissionais os escolhem segundo a gravidade e a velocidade da progressão da EM.

3. Como sei se o tratamento está funcionando?

Há fatores como o número de surtos, de novas lesões na ressonância magnética e da piora da deficiência durante o primeiro ano de tratamento que permitem predizer o prognóstico futuro.

4. Se não funcionar, quanto tempo devo esperar antes de trocar de medicação?

Uma ressonância em um momento próximo ao início do tratamento e outra um ano depois podem ajudar a ver a evolução da condição para saber se uma mudança de tratamento será necessária.

5. Quem pode me ensinar a usar os medicamentos injetáveis?

Os profissionais de saúde com quem você passa em consulta podem te explicar como funciona a aplicação deste tipo de medicamento, se você pedir.

6. Quais são os efeitos colaterais mais comuns dos tratamentos?

Cada tratamento tem efeitos secundários diferentes, que o profissional de saúde que te acompanha pode te explicar. Se você tem uma preocupação sobre algum deles, pergunte à sua equipe médica.

7. O que preciso monitorar durante o tratamento?

Cada medicamento é diferente, mas em geral é recomendável realizar exames periódicos.

8. Posso beber álcool se estou tomando medicamentos para EM?

Alguns sintomas, como a coordenação, pioram com o consumo de álcool e podem agravar os efeitos colaterais de alguns medicamentos.

 

Fonte: FEM – Observatorio Esclerosis Múltiple

Tradução e adaptação: Redação AME – Amigos Múltiplos pela Esclerose

Explore mais

Clube AME

Vivendo com uma doença rara

A convivência com uma doença rara é desafiadora e única de muitas maneiras