AME - Amigos Múltiplos pela Esclerose

LIGUE (11) 3181-8266

Anestesia e Cirurgia

Anestesia e Cirurgia

Anestesia

Anestesia é a perda de dor ou outra sensação. Existem quatro categorias amplas de anestesia dadas aos pacientes.

  • A anestesia geral , que é usada para cirurgias extensivas ou quando outros tipos de anestesia não são apropriados, envolve colocar uma pessoa para dormir, geralmente com uma droga que é administrada por via intravenosa ou inalada. As drogas usadas na anestesia geral atuam como hipnóticos, analgésicos e relaxantes musculares. Eles também bloqueiam a memória de uma pessoa da cirurgia
  • A sedação consciente, que induz um estado alterado de consciência que minimiza a dor e o desconforto com o uso de analgésicos e sedativos, permite que o paciente fale e responda a sinais verbais durante todo o procedimento, embora ele não se lembre de nada do que ocorre.
  • A anestesia regional, que é usada para bloquear a sensação em uma determinada região do corpo, é injetada ao redor de um único nervo ou rede ou nervos que atendem a área. Por exemplo, a anestesia peridural, que é injetada dentro ou perto do líquido espinal, entorpece os nervos que servem à metade inferior do corpo com impacto na memória ou na consciência.
  • Anestésicos locais, como aqueles usados ​​em procedimentos odontológicos ou para costurar um corte, são introduzidos em uma parte específica do corpo, de modo que a sensação nessa porção é bloqueada, mas o paciente permanece totalmente desperto e consciente.

 Riscos geralmente não são maiores para pessoas com EM

Como regra, os riscos da anestesia geral para pessoas com esclerose múltipla são quase os mesmos que para outras pessoas. As exceções a isso envolvem principalmente a pequena porcentagem de pacientes com esclerose múltipla com doença grave e avançada, que pode estar seriamente enfraquecida pela esclerose múltipla ou ter problemas respiratórios que os colocariam em maior risco de complicações anestésicas.

Não há razão para uma pessoa com EM evitar a anestesia local quando necessário, a menos que a pessoa seja alérgica aos anestésicos locais comumente usados, como a Novocaína. Um estudo revisou 98 pacientes que juntos receberam mais de 1.000 doses de anestésico local. Em apenas quatro casos, a dose foi seguida por uma exacerbação – um agravamento repentino de um sintoma ou sintomas da EM. Uma exacerbação também é conhecida como recaída, ataque ou exacerbação.

Riscos entre as mulheres com esclerose múltipla durante o parto e parto

Todas as formas de anestesia são consideradas seguras para mulheres com EM; O manejo da anestesia não precisa ser alterado.

Cirurgia

A maioria das pessoas com EM são adultos jovens e saudáveis, cujos riscos durante os procedimentos cirúrgicos eletivos são aproximadamente os mesmos da população em geral. EM geralmente não é uma razão para evitar a cirurgia.

A maioria das pessoas com EM pode tolerar anestesia padrão sem risco indevido. Consideração especial deve ser feita para a minoria de pessoas com EM que estão gravemente incapacitadas ou têm problemas respiratórios.

Não há evidências de que o estresse da cirurgia traga uma exacerbação da EM. Uma exacerbação – também conhecida como um ataque, recaída ou exacerbação – é um agravamento repentino de um sintoma ou sintomas da EM, ou o aparecimento de novos sintomas, que duram pelo menos 24 horas e são separados de uma exacerbação anterior em pelo menos um mês. .

Geralmente, na ausência de complicações, as pessoas com EM que se submetem à cirurgia não acham que isso afeta seu estado neurológico. Infecção ou febre, no entanto, podem tender a agravar os sintomas da EM. Além disso, pacientes que têm fraqueza muscular e que foram confinados ao leito por mais de alguns dias, podem achar mais difícil se recuperar da cirurgia. A fisioterapia costuma ser útil nesses casos e deve ser iniciada logo após a cirurgia, conforme recomendado por um médico.

Fonte: National MS Society

ame

A AME - Amigos Múltiplos pela Esclerose nasceu do sonho de divulgar a EM e contribuir com a busca de diagnóstico precoce, tratamento adequado e melhora na qualidade de vida dos pacientes, seus amigos e familiares. Somos uma Organização sem Fins Lucrativos que, desde 2012 reúne amigos múltiplos com uma missão de compartilhar informação de qualidade sobre a EM de forma gratuita e acessível.

VER TODOS POSTS