EMBARQUE NESSA VIAGEM COM A GENTE!

 

Olá amigos viajantes!

É com muita alegria que inauguro nosso espaço na internet.

Talvez os textos aqui do Guia fiquem um pouco confusos no início, porque serão escritos por mim (Bruna), pelo Jota e por vocês, esclerosados viajantes. Alguns, como o de hoje, serão escritos só por mim, outros só pelo Jota, mas a maioria, como viajamos juntos, será escrito a quatro mãos (e duas mentes inquietas). Um desafio e tanto!

Mas hoje eu queria contar pra vocês como surgiu a ideia do Guia (que já está disponível para download aqui no site e no app da AME) e do blog do Guia também.

Eu sempre gostei muito de viajar. Mesmo sendo uma dificuldade grande por conta dos preparativos que viajar com EM exige, sempre gostei e sempre viajei. Acontece que todas as minhas viagens eram planejadas por mim. E como eu sempre cuidei de cada detalhezinho, nunca percebi o quanto dava trabalho sair de casa com a minha esclerose. Não percebia que eu fazia uma porção de coisas que a maioria das pessoas, que não tem EM, não precisa fazer ou se preocupar.

Pois bem, acontece que em 2013 eu e mais quatro esclerosados, ganhamos uma viagem para a Dinamarca, numa promoção da Novartis. Gente, Dinamarca!!!!! Eu ia prazorópa!!!!!!! Uhuuuuuullll!!! Fiquei radiante. E tranquila, afinal, era a primeira viagem que eu fazia e que a única coisa que eu tinha que me preocupar era com fazer as malas. Não precisava saber de reserva de hotel, de transporte, de passagem, de cadeira de rodas etc. Só arrumar a minha mala e, no dia certo, estar pronta pro carro que vinha me buscar e levar pro aeroporto.

A viagem foi linda! Mas teve um porém: quem programou não tinha esclerose múltipla e não sabia com o que tinha que se preocupar antes da viagem para que não tivesse nenhum problema. E aí foi aquela coisa de não ter acompanhante na hora de fadiga e não saber o que fazer, os restaurantes tinham escadas pra entrar, sair e ir no banheiro, o quarto do hotel não tinha acessibilidade etc. Enfim, alguns perrengues que a gente não precisava ter passado caso existisse um Guia, entendem?

Vocês podem conferir todos os prazeres e perrengues dessa viagem lá no meu blog, em um diário de viagem dividido em quatro partes que começa aqui.

Enfim, cheguei com a ideia de fazer um guia. No início pensei em fazer no próprio blog Esclerose Múltipla & Eu. Depois pensei num pdf. E foi aí que a AME e a Novartis entraram na jogada e me propuseram fazer um guia do jeitinho que eu sonhava: bem organizado, ilustrado, um livro mesmo, para ajudar todos os esclerosados (e agentes de viagens, amigos de esclerosados, agências de turismo etc.) a programar suas viagens.

Montei minha equipe e começamos a trabalhar. Eu escrevia, o Jota revisava e depois do texto pronto o Nico ilustrou e deixou a lindeza que vocês já podem conferir!

Mas aí pensamos cá com a gente: de que adianta um livro se a gente não souber das histórias de viagens de outros esclerosados? Sem saber se o Guia ajuda mesmo? Sem poder dar as dicas que vão surgindo a cada dia?

E aí nasceu o blog (pra entender melhor como vai funcionar o blog, clica ali na aba Nossa Proposta. Queremos que esse blog seja o diário de viagem de todos os viajantes esclerosados. Que a gente possa contar as coisas lindas, engraçadas e até tensas de cada viagem que fazemos. Que possamos tirar dúvidas antes de uma viagem. E que as nossas experiências ajudem a tirar a dúvida dos próximos viajantes. Por isso, esse espaço é organizado por mim e pelo Jota, mas ele deve ser escrito por todos os esclerosados que gostam de viajar e queiram contribuir com suas experiências.

A ideia é tirar o corpo de dentro de casa. Porque a gente sabe o quanto é difícil sair quando o corpo não obedece e não quer se mexer. Mas, às vezes, uma mudança de paisagem muda o que tem dentro da gente também. Viajar pode ser ir pra outro continente dentro de um avião, assim como pode ser dar um passeio no parque da sua cidade, ou fazer uma comida de outro lugar. O importante é não se fechar para o mundo!

Meu muito obrigada aos que acreditaram nesse projeto e gestaram ele junto comigo! Agora convido a todos para embarcarem conosco nessa viagem!

Até mais!

Fonte: Viajante Esclerosado / Bruna