Ansiedade

29 . Jun . 2017   /  Emoções

Hello people! Tudo beleza?

Ansiedade é meu nome do meio. Meu maior desafio é controlar esse sentimento e não tem sido fácil.

A situação também não colabora.

Estou desde janeiro sem medicação pra EM, parei com a que estava tomando depois do terceiro surto em menos de seis meses. Pra entrar com o pedido de uma nova medicação, é preciso encerrar o processo anterior. Parei de receber a medicação antiga e a nova demorou muito pra começar a vir, agora que veio, ainda tem toda a burocracia para a primeira infusão.

Então, além da ansiedade pela troca de medicamento, sobre como meu corpo vai reagir, que efeitos colaterais terei ou não, se vai funcionar e etc, ainda tem a ansiedade da espera.

Pra ajudar a atrapalhar, ainda estou na espera do resultado do meu processo contra o INSS, onde pleiteio reaver meu benefício que foi cancelado, também em janeiro, dias após deixar o hospital. E foi cancelado mesmo mediante apresentação de ressonância recente, com lesões novas, meus braços totalmente marcados dos acessos para medicação, prontuário hospitalar e eu toda grogue da pulsoterapia.

Justamente no momento em que eu mais precisava de paz e tranquilidade para enfrentar essa questão da troca de medicamento, dos aumentos dos surtos e uma nova fase na minha condição de um modo geral, tenho justamente o contrário com o stress da preocupação de ficar sem aquele dinheirinho que era pouco mas certo e o único de que dispunha e a incerteza sobre o que vem a seguir.

À medida que o tempo passa, durmo cada vez menos e quando durmo é um sono ruim, agitado, longe de ser relaxante. Tenho sentido tanta dor nas últimas semanas, mas já não sei mais se é por causa da EM ou do meu estado de espírito.

Enfim, a ansiedade está me matando. Não é fácil controlar, tá além da minha compreensão terrena como fazer isso.

O lado do bom disso tudo é que está no fim. A primeira infusão da nova medicação será nos próximos dias e em breve volto aqui pra contar como foi.

Quanto ao processo, ainda tenho que esperar. Sabe-se lá quanto tempo. Mas é o que me resta.

Fonte: Tuka Siqueira

Tags: ansiedade , Esclerose Multipla , medicamento , sintomas

mail link