O ANTES E O DEPOIS

30 . Mai . 2017   /  Emoções Estava tomando banho e com a missão de ter que lavar o cabelo, coloco músicas para ouvir e inicio a função. Apesar de não ter nenhum problema visível, estou achando que nessa hora meu cansaço, minha fraqueza muscular, está se mostrando mais facilmente. Enfim, me sinto cansada e na hora de enxaguar as madeixas, não tenho mais pique. Além de que, como esfriou, a água também deu uma esquentada e como vocês sabem, alguns sintomas se exacerbam nessa hora. E lá embaixo do chuveiro, começou a tocar " Don't Get me Wrong " e fiquei me lembrando da minha vida sem a configuração EM, e aquele corre corre que vivia. Primeiro a música me remeteu a Brasília e meus bailinhos de adolescência e minha mente foi seguindo a linha do tempo, os namoricos no portão, shows, muitos shows, micaretas, a mudança para São Carlos, os novos amigos, a Universidade, a primeira saída de casa, as festas universitárias, os trabalhos "trabalhosos" que nos tiravam o sono, os bandejões que comíamos e aqueles que chegamos a batucar numa manifestação da facu por causa do preço, anos de experiência e conhecimento, um primeiro namorado e a primeira decepção, uma formatura, um bar pra tomar conta, baladas, muitas aulas, corre, corre do trabalho para uma segunda faculdade, baladas, um amor, uma entrega, uma profissão e então, na linha do tempo surgiu uma nova configuração, a EM. Nessa hora, que me toquei que havia quase terminado o banho só viajando na minha linha do tempo sem a EM, como que o que veio depois não tivesse tido valor, boas lembranças. E a partir do momento em que parei, continuei para um novo aprendizado, injeções, medo, segurança, casamento, linda festa, viagem dos sonhos, uma nova função, uma batalha, novas expectativas, decepções, novas atividades e assim fui pensando na minha linha do tempo. Nesse instante a trilha sonora mudou e começou a tocar " I Follow Rivers", que me remete só a momentos muito bons e recentes, sem querendo ser piegas, me leva à uma noite em Paris, numa casa noturna maravilhosa que um amigo especial nos levou e foi inesquecível, devido a tanta alegria que me proporcionou. A momentos únicos que eu e o Baby passamos sozinhos, juntinhos, na nossa casa, desfrutando da companhia um do outro, a ver as minhas sobrinhas mocinhas dançando no meu quadragésimo primeiro aniversário, ao ritmo das luzinhas piscando..... A linha do tempo assim continua com a certeza que o que tinha que ser, foi. E o que veio e virá depois da configuração EM, foi, está sendo e serão momentos ainda mais inesquecíveis. Pois depois que aprendemos a conviver com nossos limites, nossas preocupações e responsabilidades, tudo fica como se estivéssemos ligados no piloto automático. Confesso a vocês meus múltiplos amigos, que não é nada fácil e sim estressante, porém, também cheio de muita emoção. A cada conquista, um sonho realizado, um show assistido, um evento cumprido, uma balada curtida, uma festa das escolas das sobrinhas participado, são lágrimas de agradecimento que escorrem sempre ! Porque sei o quanto depois da configuração EM, a disposição e o acaso nos pregam novas peças de repente. Portanto a emoção transborda.... E vocês já pensaram no Antes e no Depois? Momentos bons e ruins ? Com e sem EM? Contem aqui pra nós a experiência de vocês ! Vou deixar vocês por aqui meus amigos múltiplos, meus múltiplos amigos.... Milhões de beijinhos e até o próximo post.... Fonte: Fabi Dal Ri Barbosa | Redação Blog AME

Tags: a vida com em , dia internacional esclerose múltipla , Esclerose múltipla , life with Ms

mail link