LEMBRANDO E ESQUECENDO

30 . Mar . 2017   /  Emoções Oi meus queridos amigos. Outro dia estava conversando com minha irmã sobre memória e falamos de como a vida nos faz mudar de memórias. Explicarei o meu pensamento e vamos ver se quem estiver acompanhando meu raciocínio não concorda. Bom, sempre fui uma pessoa muito ligada em datas, nunca esqueci o dia do aniversário de um amigo, nunca esqueci o dia de algum fato importante em minha vida e datas de fatos importantes da História. Bem, essa era a minha memória antes da esclerose múltipla, que lembrava de todas ou qualquer pessoa que atravessou o meu caminho, que fosse por um lado amigável ou não, mas sempre estava guardado lá naquele cantinho da memória, quem era aquela pessoa e tudo que se passou com ela. Claro que umas mais marcantes e outras nem tanto. Contudo, chega o dia em que sua vida bate à porta e você se pergunta : pra que criar essas memórias que de nada vão servir? Guardar espaço para memórias felizes de pessoas importantes em sua vida e viva! Você vai precisar cuidar da sua memória pra dar conta de você. A vida é muito mais preciosa que isso. Assim amadureci! Aquelas rusgas que existiam no passado evaporaram como se fossem perfume. Aquelas pessoas que um dia puderam ter me incomodado tanto, hoje não passam de meros conhecidos e sinto muito se ainda incomodo, afinal não devem ter amadurecido o suficiente. Por isso digo, chega uma hora da vida, que nossa memória fica seletiva, apaga o que nos fazia sofrer e alimenta o que nos faz feliz. Só depende do seu pensamento. Já aconteceu isso com vocês? De nem lembrar porque desentendeu com aquela pessoa, daquela vez? Bem amores, vou ficando por aqui. Mil beijinhos e até o próximo ... "Pessoas como eu sofrem mais, se decepcionam mais. Por outro lado, crescemos. Evoluímos. Amadurecemos." Martha Medeiros Fonte: Fabi Dal Ri Barbosa | Redação Blog AME

Tags: Esclerose múltipla , esquecimento , lembranças , memória

mail link