Ostra feliz Não faz pérola!

24 . jan . 2017   /  Emoções

Oi Amigos,

O título deste post, o ‘Ostra feliz Não faz pérola!’, é o título de um livro do autor brasileiro Rubem Alves.

Uma ostra sofre Muito com pequenos grãos de areia em seu interior. Ela acaba produzindo uma pérola, algo que evita este sofrimento, pois encobre o contato dela com as areiazinhas.

Na vida dos artistas o sofrimento sempre os fez produzirem muito! Por exemplo, Beethoven, que fez a sua 9ª Sinfonia, sem conseguir ouvir, estava surdo, e hoje é tocada Muito essa Sinfonia no mundo a fora! Ou Van Gogh, Ou Fernando Pessoa, Ou Cecília Meireles, Ou...Ou...

Esses artistas conseguiram ultrapassar a sua dor e realizaram suas atividades apesar de suas dificuldades!

Falei da genialidade de alguns artistas, mas isso vai bem além do ser artista. Isso vale para todos nós!

Existe alguma pessoa que não tenha dificuldades?

Dificuldades Sociais, Dificuldades Físicas, Dificuldades de Relacionamento, Dificuldades Profissionais e muitos outros tipos de dificuldades!

Se você conhecer alguma pessoa que Não possui alguma dificuldade quero conhecê-la!

No texto anterior falei muito de Equilíbrio e Desequilíbrio. Precisamos de pessoas mentalmente Equilibradas!

Guimarães Rosa, importante autor brasileiro, escreveu um conto com este título: ‘a terceira margem do rio’ que é algo que não nos traz compreensão imediata porque queremos dominar o espaço físico! Mas ele é maior que o nosso entendimento!

É entendido que podemos que devemos entender que a nossa realidade, nem sempre, está dentro do nosso limitado horizonte de Compreensão!

Isto Não é apenas compreensão do Rodrigo! Foi pensamento de Kant, de Aristóteles, de Platão, de Agostinho,  de Sócrates e de outros filósofos!

Novamente voltamos à questão do Equilíbrio. Isso vai ALÉM de nossa Compreensão!

Rodrigo

Tags: Dor e Arte , Ostra e Pérola

mail link