Célula tronco através do cordão umbilical

19 . Fev . 2016   /  Sintomas e tratamentos

Desde que descobri o diagnóstico de Esclerose Multipla, a minha primeira pergunta foi se poderia engravidar, e fiquei muito feliz com a resposta do neurologista, o qual disse que devido aos hormônios, durante a gestação ficaria imune à doença, e não causaria nenhum problema ao futuro filho.

Recém-casada e com um marido que ama crianças, não poderia não pensar em ser mãe, com esse desejo realizado, posso sentir o quão é maravilhoso, e realmente ver que ser esclerosada, não me prejudica em nada, como o médico me disse, corro os mesmos riscos que qualquer outra gestante e posso vivenciar isso a cada dia, estou tendo uma gestação tranquila e simplesmente perfeita, tudo da melhor forma possível.

Já com 7 meses de gestação, começamos então em pensar no futuro do nosso filho, e meu obstetra me ajudou muito com uma dica que achei maravilhosa. O que vocês acham de guardar o cordão umbilical do bebê? Pois é, o cordão umbilical, futuramente pode ajudar e muito o nosso filho e não somente ele, a probabilidade dele ser compatível comigo, meu marido e um futuro irmãozinho é muito grande.

A coleta é indolor, e pode ser feita em bebês prematuros também, a partir das 32 semanas, e em qualquer tipo de parto, seja normal ou cesárea. O sangue do cordão e o próprio cordão coletados, ficam armazenados em um laboratório, em nitrogênio.

Quando necessário, pode ser solicitado pela família através de um requerimento médico e utilizado para várias necessidades, entre eles leucemia, anemias, algumas anomalias hereditárias, entre outros procedimentos. As células tronco podem ser utilizadas também como um dos tratamentos da E.M., sabemos que não é a cura, mas pode ser um dos  tratamentos.

Guardar o cordão umbilical pode ajudar e muito futuramente, sabemos que tanto nosso filho, assim como nós mesmos, não estamos imunes a nada, e que uma escolha certa agora pode nos auxiliar no futuro.

Infelizmente tudo o que existe de forma gratuita, serve somente como doação, então, para que isso possa nos ajudar futuramente teremos alguns gastos, o laboratório cobra para a retirada e mais uma taxa mensal para a manutenção do cordão que está armazenado. Mas, se por um acaso você não tenha a possibilidade de pagar pelo serviço, uma coisa bem legal seria doar para hospitais que utilizam para estudos e para outras pessoas que possam vir a necessitar.

No site do INCA há uma lista de todos os hospitais que aceitam a doação do cordão umbilical (http://www1.inca.gov.br/conteudo_view.asp?id=2669).

 

 

Fonte: http://tratamentocomcelulastronco.com/esclerose-multipla/ http://www.bcubrasil.com.br/porque-guardar http://www1.inca.gov.br/conteudo_view.asp?id=2469

Tags: celula tronco , cordao umbilical , Esclerose Multipla , gestação na EM

mail link