O que é EDSS e como se mede a progressão de deficiência na Esclerose Múltipla?

11 . Jun . 2017   /  Pesquisas e novidades

 

A progressão da esclerose múltipla varia de pessoa para pessoa. E, os vários tipos de EM progridem de diferentes maneiras, também. As varreduras e outros testes de esclerose múltipla nem sempre contam toda a história sobre a deficiência da EM; Sinais e sintomas e o quão bem você está funcionando todos os dias  também são medidas importantes de como o seu sistema nervoso central está funcionando.

É por isso que uma variedade de ferramentas são úteis na avaliação da deficiência da esclerose múltipla. Estes ajudam você e seu médico a avaliar se a sua EM está melhorando, progredindo ou ficando a mesma. Os médicos também usam essas medidas em estudos clínicos. Isso ajuda a ver o quão bem o tratamento da esclerose múltipla está funcionando.

Sua/seu neurologista pode administrar testes que ajudam a criar escalas como as abaixo que podem fornecer uma resposta rápida sobre a progressão da EM, sendo a mais usada e solicitada, até mesmo para a requisição de medicamentos pelo Estado, a escala EDSS. 

Progressão da EM: Escala Expandadida do Estado de Incapacidade (EDSS)

Esta escala comumente utilizada é às vezes chamada de escala de Kurtzke, nomeada pelo neurologista que a desenvolveu. O EDSS se concentra principalmente na sua capacidade de caminhar. É uma medida menos sensível de outros tipos de deficiência de esclerose múltipla. Demora cerca de 30 minutos para criar uma pontuação. Então são necessários alguns minutos para estabelecer as classificações na escala EDSS.


Parâmetro do sistema funcional (FSS)

Em uma escala de 0 a 6, o FSS mede o quão bem o seu principal sistema nervoso central está funcionando e atribui uma pontuação à sua deficiência. Isso incorpora informações sobre sua marcha e uso de dispositivos auxiliares. Também envolve a observação de funções como estas:

Fraqueza ou problemas para mover os membros
Tremor ou perda de coordenação
Problemas com a fala, a deglutição ou movimentos oculares involuntários
Perda de sensação
Função intestinal e da bexiga
Função visual
Funções mentais
Escala EDSS

Com a ajuda do FSS, seu/sua neurologista avalia sua deficiência na escala EDSS. Ela varia de 0 a 10, com meio ponto para maior especificidade. Números mais baixos indicam incapacidade menos grave. Os números mais elevados refletem um maior grau de deficiência, principalmente em relação à mobilidade:

0 = Normal
1-1.5 = Sem deficiência, mas alguns sinais neurológicos anormais
2-2.5 = Incapacidade mínima
3-4.5 = incapacidade moderada, afetando as atividades diárias, mas você ainda pode andar
5-8 = Incidência mais grave, prejudicando suas atividades diárias e requerendo assistência com caminhadas
8.5-9.5 = incapacidade muito grave, restringindo-o à cama
10 = Morte


É importante reconhecer que uma mudança de um ponto na extremidade inferior da escala reflete mudanças mais sutis do que na parte superior da escala. Por exemplo, uma mudança de um ponto entre 2 e 3 não é tão grande uma progressão de deficiência quanto entre 8 e 9.

Uma ampla gama de outras medidas é usada para avaliar a incapacidade da esclerose múltipla. Em muitos casos, estes são questionários simples. Por exemplo, o questionário sobre Qualidade de Vida da Esclerose Múltipla faz perguntas sobre o seu:

Função física, cognitiva, social e sexual
Limitações devido a problemas físicos ou emocionais
Percepções sobre sua saúde
Dor
Energia
Qualidade de vida global
Saúde emocional

Outras escalas medem aspectos específicos da deficiência, tais como:

Controle da bexiga ou do intestino
Deficiência visual
Fadiga
Saúde mental
Dor

Testes adicionais podem ajudar a medir a progressão da EM no futuro. Trabalhe em estreita colaboração com sua/seu neurologista para determinar quais testes são recomendados. E não se assuste, como dizemos no início do nosso texto, a doença progride de formas diferentes em diferentes pessoas. Não quer dizer que você terá uma piora progressiva. Com o tratamento adequado, pode ser que você não experimente uma incapacidade significante por conta da EM. 

Texto original em WebMD

 

Fonte: Traduzido e adaptado por Redação AME - Amigos Múltiplos pela Esclerose

Tags: deficiência , edss , escala , esclerose múltipla , incapacidade

mail link